Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 06/03/2018 21h51
Atualização: 07/03/2018 08h53

Diante do favorito São José, a equipe do Brusque Basquete começou surpreendendo os donos da casa com um basquete de alto nível no ginásio Lineu Moura, em São José dos Campos. Logo no começo da partida, os brusquenses chegaram a abrir 10 pontos de vantagem sobre o adversário, mas sucumbiram ao time rival nos dois últimos quartos, quando o melhor preparo físico de São José foi fundamental para que o time finalizasse o jogo com larga vantagem: 87 a 59, em jogo válido pela terceira rodada da Liga Ouro.

O duelo
Com uma vitória e uma derrota na competição, Brusque tinha a difícil missão de superar São José, que além de estrear em casa, vinha de duas vitórias fora de casa. O time brusquense começou o jogo bem armado e com aproveitamento quase impecável no ataque. Com marcação eficiente, os brusquenses assustaram os donos da casa ao abrirem 15 a 5 nos primeiros minutos. Depois, o técnico Jaú, de São José, vendo o domínio de Brusque, organizou melhor a equipe e conseguiu diminuir a vantagem ainda antes do fim do primeiro período, que encerrou em 15 a 11.

Confira a tabela completa da Liga Ouro

No segundo quarto, os donos da casa voltaram melhor e aos poucos foram dominando o jogo. A marcação em zona dificultou a vida dos brusquenses, que também passaram a perder os rebotes em razão da larga estatura e melhor porte físico do time adversário. Aos poucos, São José foi encostando no placar até virar a partida em 23 a 22 e ir para o intervalo com sete pontos de vantagem: 35 a 28.

A partir dai, o que se viu foi praticamente jogo de um time só. Brusque foi guerreiro, mas com poucas opções no banco, somando ao evidente melhor preparo físico do time de São José, viu o adversário construir uma grande vitória.

O equilíbrio dos dois primeiros quartos ficou para trás, já que, com o cansaço dos atletas, Brusque passou a errar demais e a cometer muitas infrações. Com mais posse de bola e jogando nos erros dos brusquenses, a vantagem de São José foi aumentando ao natural até chegar em 20 pontos ao fim do terceiro período: 64 a 44.

No último quarto, o cenário se repetiu. Brusque tinha um inspirado Luiz Felipe, que fez uma partida quase perfeita, mas a grande atuação do atleta não foi suficiente para o time reagir e buscar uma vitória improvável. Do outro lado, São José também tinha grandes armas e, empurrado pela torcida, construiu uma grande vitória ao fechar o jogo em 87 a 59. A equipe do basquete de Brusque volta a jogar agora na quinta-feira (8). O time encara o Corinthians, novamente fora de casa.   

ESCALAÇÕES

São José: 87

Hélio, Christian Panunzio, Rafa Moreira, Douglas Nunes e Atílio - Técnico: Paulo Cézar Jaú.
Entraram: Léo, Xande, Pedro Rodgério e Feliciano.

Brusque: 59

Luís Felipe, Pedrinho, Batata, Leandro e Kleiton - Técnico: Alexandre Barros.
Entraram: Wallace, Anderson e Victor.

Fotos: Arthur Marega Filho