Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 08/03/2018 22h12
Atualização: 22h51

Brusque e Figueirense se enfrentaram nesta quinta-feira (8) no estádio Augusto Bauer, em duelo que acabou em 1 a 1. O jogo foi válido pela terceira rodada do returno do Campeonato Catarinense. Apesar de jogar em casa, o resultado foi mais comemorado pelo Bruscão, que chegou a jogar melhor que o adversário, mas saiu atrás do placar e teve que buscar o resultado já no fim da partida.

Para o Figueirense, o empate, o segundo consecutivo, custou a queda para segunda colocação na tabela de classificação. Pela primeira vez o time perde o posto de líder, posição que o alvinegro ocupava desde o começo da competição. A equipe soma agora 26 pontos, um a menos que a Chapecoense, atual bicampeã do estado.

Já o Brusque caiu uma posição com o empate. A equipe ocupa agora a sexta posição, com 15 pontos, um a menos que o Tubarão, que venceu o Concórdia por 3 a 2 na rodada. Brusque e Figueirense voltam a jogar agora no fim de semana. O Bruscão vai a Concórdia, no domingo (11), enfrentar o Galo do Oeste. Já o compromisso do Figueirense será o clássico com o Avaí, disputado no mesmo dia, no estádio Orlando Scarpelli.

O jogo
Foi um jogo franco no estádio Augusto Bauer, mas com poucas chances reais de gol. Apesar de buscarem o gol a todo instante, os times não protagonizaram uma grande partida no estádio Augusto Bauer. Mas nos 90 minutos, o Brusque foi superior ao então líder e ainda invicto Figueirense.

Apesar disso foi o time visitante que saiu em vantagem e chegou ao primeiro gol. O tento foi marcado por Henan, em finalização perto dos 20 minutos de partida.

Aos poucos, o Brusque cresceu no jogo e pressionou o adversário em busca do empate, principalmente nos 10 minutos finais do primeiro tempo. O time chegou a reclamar de dois pênaltis, mas não teve jeito, foi para o intervalo em desvantagem.

Etapa final
Na etapa final o técnico Pingo colocou Dakson no lugar de Wilson Junior, que sentiu uma contusão. O treinador já não pôde contar com o lateral-esquerdo Ronaell, também lesionado, e teve que optar por Carlos Alberto no setor esquerdo.

Dakson era a esperança de melhorar a criação do Brusque no setor do meio, mas o jogador ficou apenas 13 minutos em campo. Recém integrado ao grupo após lesão, o atleta também sentiu e foi preterido por Jefferson Renan.

Neste momento, o Brusque tentava esboçar uma pressão, mas não obtinha sucesso, sobretudo nas tentativas aéreas. Mas foi assim que o time chegou ao gol, aos 36 minutos. Em bola alçada na área, o goleiro do Figueira fez um verdadeiro milagre na primeira finalização brusquense, mas na continuação da jogada Douglas Silva deu o último toque de cabeça para o fundo das redes: 1 a 1. Menos de dois minutos depois, Safira ainda chegou a carimbar a trave alvinegra. Era a virada. O jogo ficou ainda mais aberto, com as duas equipes criando chances. Mas, no fim, o 1 a 1 prevaleceu no Gigantinho.