Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 07/10/2017 19h26
Atualização: 20h09

A equipe da AD Brusque/FME/Aradefe/Unifebe entrou em quadra neste sábado (7) com dois objetivos: o primeiro vencer e assegurar vaga nas semifinais do Estadual de Basquete sem a necessidade de mais um jogo. O segundo, e não menos importante, superar a equipe da Ajab/Unimed/Secel, de Jaraguá do Sul, por uma boa diferença de pontos para fazer o duelo decisivo da próxima fase em casa.

O critério das quartas de final faz com que o saldo de pontos dos jogos eliminatórios sirvam como fator determinante para o mando de quadra do segundo jogo das semis e, se necessário, da terceira partida. 

No duelo de ida contra o time jaraguaense, Brusque venceu por 20 pontos de diferença fora de casa (91 a 71), enquanto que no outro duelo mata-mata do chaveamento, a ABLUJHE/Unoesc/SPECHT (Joaçaba) ganhou do Blackstar/SBS (Joinville), também fora de casa, com vantagem de 11 pontos. Ou seja, a conta é simples, caso Brusque e Joaçaba voltassem a vencer seus confrontos neste sábado, desta vez em casa, o mandante da fase seguinte  no jogo entre ambos seria definido no saldo de pontos dos dois jogos.

Por isso, a equipe de Brusque entrou com ritmo forte buscando um placar confortável para fechar a série e não depender do outro resultado para assegurar o direito de fazer o jogo de volta das semis diante da torcida.

A partida realizada no Sesi, apesar de tranquila no placar, foi de alta intensidade nervosa, sobretudo dos atletas brusquenses para buscar o resultado. Na virada para o intervalo, o time de Brusque já vencia por 32 pontos de diferença (52 a 20), mas sem saber o resultado de Joaçaba, a equipe não se acomodou. No último quarto, Jaraguá do Sul até tentou diminuir a disparidade no placar, mas, no fim, prevaleceu o melhor conjunto da equipe brusquense, que fechou o jogo em 91 a 52 após uma cesta de três de Finão já no segundo derradeiro da partida.

O técnico Alexandre Barros, o Bicudo, enalteceu a entrega dos atletas, e a resposta dos jogadores diante a pressão para buscar a vitória. Segundo ele, “o time tornou o jogo fácil”, e por isso conquistou o objetivo. “O pessoal se entregou completamente para vencer e trazer essa semi para Brusque. Isso é importante, pois nos ajuda também na questão financeira”, observa.

O treinador ressalta que agora o foco total já está na equipe de Joaçaba. Um time forte e veloz, segundo Bicudo, e que tem como principal característica a parte física. “É um time extremamente forte. Jogamos contra eles a Copa SC e vencemos por 75 a 71, um jogo bem pegado. Mas temos todas as condições de fazer um bom papel, ganhar o primeiro jogo lá e depois fechar a série em 2 a 0”.

Demais jogos
Nos outros jogos da última rodada, Joaçaba venceu o Blackstar/SBS (Joinville) por 86 a 83. Com isso, o time fechou com saldo de 24 pontos, atrás de Brusque com 62. No outro chaveamento, a AABJ /Sesporte /Ciser /Embraco /Selbetti /Millium (Joinville) venceu o Independente São José por 88 a 49, enquanto que a Apab (Blumenau) ganhou da Adiie/Avaí por 69 a 37. Além de Brusque e Joaçaba, Joinville e Blumenau se enfrentam agora em busca de uma vaga na grande final. Os jogos de ida estão inicialmente marcados para o dia 18, com mandos de Joaçaba e Blumenau.


Fotos Sidney Silva|EsporteSC