Conteúdo
Repórter: Victória Severo
Publicação: 03/01/2018 09h38
Atualização: 04/01/2018 13h05

Brusque foi representada na tradicional corrida de São Silvestre em São Paulo por diversos atletas. A prova de 15Km aconteceu sob um clima chuvoso após a cidade ter ficado em estado de alerta por riscos de alagamento durante a madrugada. Não teve pódio para os brusquenses, mas eles concluíram a prova com êxito.

Um dos representantes de Brusque foi Teodoro Pereira Filho que corre com o grupo Union Runners. Ele se refere a experiência como “Muito boa. Valeu muito pela energia de 30 mil pessoas correndo juntas. Gente de toda parte do país e até de outros países”. Essa foi a primeira participação dele na São Silvestre e para se preparar para o percurso ele treinou três vezes por semana,sempre correndo os 15Km da prova. Sobre o trajeto, ele comenta “Muito Bom, mas os últimos 2.500 metros de subida puxa a gente para trás. Tem que persistir muito para não desistir”, observa.

Além de treinar, ele também ajudou Karoline Fritze a se preparar para corrida.Ela tinha o objetivo de realizar o trajeto sem fazer paradas e conseguiu. “Ela ainda está muito emocionada”, conta. Karoline começou a correr há dois anos, “Sempre gostei de esporte, mas com a corrida de rua me identifiquei e depois que eu comecei a correr não consegui mais parar, faz muito bem para o corpo e a mente”.

Desde então, a brusquense sonhava em participar da principal maratona do país.  “Não há palavras para descrever tamanha emoção. Eu sabia que seria especial, mas foi além de minhas expectativas, foi mágico. Um mar de pessoas e eu estava lá. Todo o esforço dos treinos e alimentação regrada valeram a pena. O carinho das pessoas que estavam nos assistindo, as crianças com as mãozinhas estendidas para tocar na nossa mão, os corredores que ao longo do percurso estavam sempre animados, a alegria e carisma de todos, as lágrimas escorriam de tanta emoção e felicidade. Uma experiência única que todos os amantes da corrida de rua deveriam se permitir realizar.”, comenta Karoline.

O grupo de Karoline e Teodoro treinou na Beira Rio em Brusque, três vezes por semana. “Teve muito incentivo de todo o grupo, quem já tinha participado dava dicas para que pudéssemos conseguir realizar todo o percurso sem muito sofrimento. Treinamos em dias de muito calor, pois não sabíamos como seria o clima ‘no grande dia’ ”, explica Karoline.

Atletas da Extreme Academia também marcaram presença na corrida do último dia de 2017 em São Paulo. O grupo composto por Angelica Bonomini, Tatiana Alves Herber, Bianca Bertolini Testoni e Gustavo Testoni, marido de Bianca, participou da prova. Bianca conta que o objetivo deles era conseguir completar o percurso. “Não fomos com o objetivo de competir, mas sim de completar a prova sem paradas, fechar o ano com chave de ouro e nos divertir. Todo corredor sonha com isso”, observa.

Nos treinos, os atletas deram ênfase nos treinamentos de força para encarar as subidas do percurso.  Ela comenta que durante a prova quase não era possível correr,. “Era muita gente, tem que tomar cuidado para não tropeçar ou empurrar as pessoas, não dá para manter um ritmo”. Mesmo assim, salienta que a experiência foi maravilhosa. "A prova é muito legal”.

Fotos: Divugação