Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 11/03/2018 17h13

Foi um sábado (10) de muita garra, força e superação. Assim foi o Desafio Sesi 2018 – Corrida de Obstáculos. A competição realizada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) ocorreu pela primeira vez na cidade e reuniu 232 atletas, sendo 112 homens e 120 mulheres, que disputaram as melhores colocações nas categorias avançado e iniciante. 

Para os atletas do nível avançado, era preciso cumprir 19 estações de obstáculos, que começou exigindo muita força dos competidores em virar, puxar e levantar pneus, pular dentro de sacos, carregar pesos e subir em cordas. Os obstáculos seguintes, 13 ao todo, era o início da competição para os iniciantes e mais obstáculos para aqueles que já estavam buscando os melhores tempos. Os competidores tinham três chances para passar por um obstáculo, caso não conseguissem, era contado como “não realizado” e perdia pontos na classificação final.

Tainá Paza do Nascimento, de Guabiruba, já participou de algumas maratonas, mas foi a primeira vez que disputou este tipo de competição. Segundo ela, este é um esporte que cresceu muito e é importante trazer para a região. “Achei que os obstáculos estavam bem completos e de acordo com o nível da competição, que cada vez mais ganha novos adeptos, pois é uma prova que reúne várias modalidades juntas e exige superação dos competidores”, conta.

No fim, quem levou o primeiro lugar na categoria avançado feminino foi a atleta de Caçador, Juliana Fragoso, com o tempo de 7min59s. Stephani Cardoso ficou em segundo lugar e Eduarda Schweigert em terceiro. A equipe de educação funcional do Sesi de Caçador ganhou o troféu de assessoria com o maior número de inscritos. “Incentivar as pessoas a levarem uma vida saudável com a prática constante de exercícios físicos é nosso objetivo, e estas provas nos proporcionam isso: superar nossos limites, aprender, e estimular outras pessoas e fazer novos amigos”, disse Juliana. Já na categoria iniciante feminino a vencedora foi Munick Gabrielle da Silva. Em segundo lugar ficou Ana Mauricia da Silva Peterle e em terceiro Greice Werner.

Na categoria avançado masculino, os vencedores foram Felix Jose Cardoso, em primeiro lugar; Gildevan Barreto de Souza, em segundo, e Jefferson Joaquim Camacho, em terceiro. Na categoria masculino iniciante quem levou o primeiro lugar foi Elvis Pereira. Mirivaldo do Nascimento Souza ficou em segundo, já Edemilson Alves Paz acabou na terceira colocação. “Participo de algumas corridas, mas nada profissional. Resolvi me inscrever como um teste porque gosto de praticar esportes. Não esperava chegar em primeiro lugar, mas dei o meu melhor e estou muito feliz”, disse Elvis Pereira, de 36 anos.

Para o diretor regional do Sesi, Roberto Zen, esta foi uma competição diferente do que as pessoas estão acostumadas a ver no Sesi, que geralmente são corridas. “Este tipo de competição exige dos atletas mais do que estão acostumados a fazer em suas aulas nas academias, por isso se chama ‘desafio’, pois cada um quer chegar ao seu limite. Nós, do Sesi, estamos felizes. Atingimos o nosso objetivo que é manter as pessoas praticando atividades físicas e assim melhorando a sua qualidade de vida, sendo eles industriários ou da comunidade”, destaca. 

Os resultados das provas estão no site www.km.esp.br e mais fotos da competição estarão ao longo da semana no facebook do Sesi Academia Brusque.

Fotos: Thiago Braga


Redação

E-mail para contato contato1812092310111052@1812092310119698esportesc.com.