Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 12/10/2017 09h48
Atualização: 13/10/2017 14h50

O Bruscão entra em campo nesta quinta-feira (12) disposto a escrever mais um capítulo bonito em sua história. No dia em que completa três décadas de fundação, o time encara o Joinville, em jogo marcado para as 16h no Gigantinho.

Dentro de campo, a expectativa é de uma vitória na estreia do time jogando em casa. Fora dele, a previsão é de uma grande festa da torcida que pagará apenas R$ 20 para assistir à partida em qualquer setor do estádio.

Depois de anunciar algumas ações ao longo da semana, a diretoria ainda confirmou mais uma na quarta-feira, véspera da partida. O cantor e compositor Jaderson Luiz de Oliveira, o Jaderson do Acordeon, será o responsável por executar o Hino Nacional Brasileiro.

Em campo, o time encerrou o trabalho ainda na quarta com uma atividade no estádio Augusto Bauer. O técnico Jerson Testoni, o Jersinho, ressalta que é uma partida importante tanto para a competição quanto para a história do clube e que todos estão focados para buscar a vitória. “Ficamos felizes de participar deste momento. Eu, particularmente, também joguei pelo clube, e sei o que representa estes 30 anos. Vamos dar o nosso melhor para conseguir um resultado positivo e a festa seja completa”.

O volante Mineiro, que voltou a jogar oficialmente contra o Inter de Lages, domingo (8), após quase seis meses parado, diz estar feliz de participar deste momento especial da história do Bruscão. O jogador atuou no clube nos últimos três anos e sempre foi símbolo de raça e entrega, características que fizeram o Guerreiro se tornar um dos principais ícones dos dias atuais do clube. “Conversamos no vestiário que o maior presente para torcida, jogadores e diretoria é a vitória. Sabemos da importância de vencer essa partida não só em razão do aniversário, mas também pela dificuldade da própria competição. Todo mundo sabe que o Brusque é minha casa, então, para mim, a vitória será mais importante do que tudo”.