Conteúdo
Repórter: Victória Severo
Publicação: 29/12/2017 14h06

Mais conhecido popularmente no Brasil através dos filmes norte-americanos, o futebol americano tem ganhado espaço no país, especialmente em Santa Catarina, que atualmente conta com 13 times, um deles, o Jaraguá Breakers, finalista da Liga Nacional deste ano. O esporte chegou ao estado em 1990 e se popularizou nos anos 2000. Em Brusque, a primeira equipe da modalidade foi o Admirals, fundado em 2003 por Rafael Maia. O clube ficou ativo até 2011.

O Brusque Weavers, fundado em fevereiro deste ano, fez a sua estreia em 26 de novembro contra o Bugios Indaial Football. A partida terminou com derrota dos brusquenses fora de casa pelo placar de 18 a 15, em um jogo bastante disputado. O presidente da equipe, João Carlos Caetano, enalteceu o primeiro desafio e comemora o ano do clube. “Esse ano o planejamento era montar elenco e comissão técnica, ensinar o básico aos jogadores, e fazer um amistoso em Brusque. Está melhor que o planejado.”, comenta o presidente. O elenco da equipe conta com mais de 55 jogadores. “Cerca 70% do elenco é novato, temos uns 15 jogadores experientes. Os técnicos contam com bastante experiência tanto dentro como fora de campo”, explica. Com esse saldo, o treinador tem muito o que celebrar. “O crescimento está superando as expectativas”.


Jogadores

O quarterback (líder da equipe e o responsável por criar as jogadas) é Carlos Rodrigo da Silva, além de jogador, Silva também é segundo Sargento do Corpo de Bombeiros Militar de Brusque. Ele se interessou pela modalidade em 2006,quando um amigo do quartel estava assistindo a um jogo. "Achei o jogo interessante e comecei a questioná-lo sobre as regras e como se jogava", conta. Nesta época o time de Brusque era o Admirals, ele então passou a acompanhar a equipe e até pensou em entrar, mas a dificuldade de conciliar com os outros afazeres foi um empecilho naquela oportunidade.

No fim do ano passado, Silva soube através de um amigo sobre a formação de uma nova equipe. Interessado, ele foi ao primeiro encontro do grupo na praça do Maluche e passou a treinar frequentemente. Atualmente, o time se reúne às quartas-feiras à noite e aos sábados à tarde para treinar em conjunto. "Às vezes é difícil encaixar com minha rotina particular, por causa da família e trabalho, mas faço o que posso para estar presente nos treinos", explica. 

Tanta dedicação vem da paixão pelo esporte. "Eu adoro a modalidade, assim como minha esposa e filha, meu irmão e cunhado, e vários amigos. Está sendo ótima a experiência. O primeiro jogo foi um nervosismo só, pois temos que pensar em várias coisas ao mesmo tempo, saber a rota de cada recebedor, fazer uma leitura prévia da defesa, cuidar do alinhamento dos jogadores para não fazerem faltas, cuidar para não ser sackado na jogada (ser derrubado com a bola), e mais alguns outros detalhes”, declara.

Luiz Fernando Venera, linebacker da equipe (jogador do segundo nível de defesa), começou a se interessar pelo esporte em 2012, quando passou a acompanhar a NFL (Liga de Futebol Nacional norte-americana) pela televisão. Nessa época Brusque estava sem time da modalidade. Durante 2012 e 2013, ele jogou no Bárbaros de Blumenau, mas logo precisou se afastar por causa da faculdade até que esse ano foi convidado para jogar pelos Weavers. “Poder representar Brusque no cenário catarinense é muito gratificante, o time está crescendo e vejo nas redes sociais que tem muita gente torcendo por nós, está sendo uma experiência única”, conta Luiz Fernando.


Como o jogo funciona

O futebol americano é um jogo de ganho de território, o campo tem 100 jardas (91,44 m) e o objetivo é chegar do outro lado. Cada partida consiste em 4 períodos de 15 minutos e o cronômetro pode ser parado em algumas situações como faltas, por exemplo. Cada time tem 11 jogadores que podem ser substituídos a qualquer momento quantas vezes forem necessárias.

O jogo começa com o kickoff, em que o kicker chuta a bola a partir da linha de 35 jardas para o campo adversário onde o retornador rival a recebe e tenta avançar com ela. Cada jogada começa com o snap, em que o central passa a bola por baixo das pernas para o quarterback, que pode passar para o lado, lançar para um jogador a frente ou ele mesmo correr. Caso o quarterback decida fazer um lançamento, ele deve ser feito atrás da linha de scrimmage, onde a jogada começou, e só pode ser feito uma vez na partida. Os outros jogadores devem tentar bloquear a defesa adversária.

Quando o jogador consegue levar a bola além da linha de fundo adversária acontece o chamado touchdown, que vale 6 pontos e dá o direito da equipe tentar fazer um ponto extra. O extra point pode ser marcado através de um chute, ele vale 1 ponto. Caso a equipe decida não chutar, ela pode tentar um novo touchdown a partir da linha de 2 jardas, fazendo a conversão de 2 pontos. Em qualquer momento da partida, a equipe com a posse da bola pode tentar chutar a bola, partindo do chão, caso a bola passe entre as traves são 3 pontos. Caso o jogador com a bola seja derrubado na sua endzone, ou a equipe cometa uma falta, o adversário recebe 2 pontos.




Conheça a função de cada jogador no futebol americano

Quarterback - é o líder da equipe e o responsável por criar as jogadas

Bloqueadores - bloqueiam os jogadores da defesa adversária, geralmente não tocam na bola. Se dividem em: center, offensive guard e offensive tackle

Corredores - recebem a bola do quarterback e correm até a endzone adversária. Se dividem em running back e full back

Recebedores - recebem os lançamentos de profundidade. Se dividem em Wide Receivers e tight end

Linha de Defesa- geralmente composta de 3 a 4 jogadores, tem o objetivo de derrubar o atleta adversário com a posse da bola. Ela se divide em: defensive end e defensive tackle

Linebackers - Segundo nível de defesa. Responsável por parar as corridas pelo meio do campo (é o chefe da defesa)

Secundária - protegem o fundo do campo. São divididos em: cornerback, strong safety e free safety.

Long Snapper -  inicia as jogadas de chute

Holder - recebe a bola e a posiciona para o chute

Kicker -  responsável pelos chutes

Punter - faz o chute de devolução ao adversário para deixá-los distantes

Kick Returner - jogador veloz que recebe o chute do punter adversário e corre em direção à end zone rival