Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 11/02/2020 08h15


Desenvolve a musculatura, trabalha a concentração e estimula o sistema imunológico. O beach tennis - ou tênis de praia, como é conhecido - não precisa necessariamente ser realizado em cidades litorâneas. Basta uma quadra de areia e raquetes específicas para começar a jogar. A modalidade se populariza a cada ano no país e, com dedicação, tem uma curva rápida de aprendizado. Para incentivar ainda mais sua prática, a Federação Catarinense de Tênis (FCT) desenvolve torneios pelo estado. Entre os dias 6 e 8 de março, Florianópolis, Criciúma e Brusque sediam a primeira etapa dos jogos. As inscrições podem ser feitas até 27 de fevereiro através deste link.

A técnica, que mistura o tênis tradicional com o vôlei de praia, chegou no Brasil em 2008.  De lá pra cá, praticamente todos os estados adotaram o beach tennis. “Santa Catarina tem muitas praias, o que colaborou inicialmente para que a adesão à modalidade fosse grande. Hoje, praticado em clubes de todas as regiões, ela atrai pessoas de diferentes idades que querem jogar apenas por diversão e também os que optam pelas competições. É um esporte divertido que tem tudo para ganhar ainda mais adeptos”, destaca o presidente da FCT, Alexandre Farias.

O torneio poderá ser realizado em duplas masculinas, femininas ou mistas que vão do sub12 ao pró. Os valores das inscrições variam de R$ 50 a R$ 70. Atletas filiados à FCT e com a mensalidade em dia terão a pontuação computada no ranking microrregional.

Etapa estadual
Outro torneio do calendário da modalidade em Santa Catarina é o Estadual de Beach Tennis. Serão quatro etapas ao longo do ano realizadas, respectivamente, nas cidades de Criciúma, Brusque, Florianópolis e Blumenau. A primeira, no Sul do estado, será de 28 de fevereiro a 1º de março e recebe inscrições até o dia 17.





Redação

E-mail para contato contato2010011409051610@2010011409051078esportesc.com.