Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 20/03/2016 18h04
Atualização: 20h22

O Brusque Futebol Clube teve tudo para comemorar a primeira vitória fora de casa neste Catarinense, mas novamente deu bobeira e decepcionou um bom número de torcedores brusquenses que compareceu ao Robertão.

Diante do Camboriú, em um jogo muito fraco tecnicamente, a equipe até chegou a sair na frente, com gol de Giancarlo, mas na etapa final permitiu que o adversário crescesse e virasse a partida. O jogo acabou em 3 a 2 para o Camboriú, com o último gol dos mandantes marcado aos 46 minutos da etapa final.

GALERIA
> Veja as imagens da partida

O jogo
O Brusque começou a partida melhor que o adversário, porém muito mais em razão da passividade do rival do que por um bom futebol. A equipe pegou um adversário sonolento e aos 27 minutos, após bola parada, saiu na frente com Giancarlo de cabeça.

Pouco antes, perto dos 20 minutos, os dois times já haviam perdido um jogador expulso. Os zagueiros Cleyton e Victor Hugo se desentenderam em bola aérea no ataque do Brusque e Célio Amorim mandou os dois para o chuveiro mais cedo. Mesmo com dez jogadores, o Brusque seguia melhor, mas em um dia pouco inspirado praticamente não criava chances de gol.

ETAPA FINAL
No segundo tempo, o Camboriú mostrou outra postura, foi logo para cima e se aproveitou de um problema rotineiro na equipe brusquense: a bola aérea. O time da casa precisou de apenas dois minutos para empatar o placar com Cadu após bola alçada na área.

Não demorou e o Cambura virou em outro vacilo defensivo da zaga. A bola foi lançada nas costas de Everton Cezar, Aldair invadiu a área e chutou no canto de João Paulo, que não conseguiu fazer a defesa: 2 a 1. Atrás do placar, o Brusque seguia criando pouco e aceitando o domínio adversário. Mesmo assim, em uma bola parada a equipe voltou a empatar o placar com Maurício. Em cobrança de falta no cantinho, o jogador deixou tudo igual.

Após o gol, o jogo seguiu fraco tecnicamente, os dois times se abriram para buscar o placar, mas foi aí que a defesa do Brusque voltou a comprometer, já nos minutos finais da partida. A equipe do Cambura envolveu toda a zaga do Brusque, foi aí que Chiquinho, que havia acabado de entrar, completamente sozinho emendou para as redes aos 46 minutos. Fim de partida: 3 a 2 Camboriú. O Brusque volta a campo agora no sábado (26), quando encara a Chapecoense na Arena Condá.

FICHA TÉCNICA

CAMBORIÚ (3)

Rodrigo Rocha, Rhuan, Vagner, Vitor Hugo e Badé; Eurico (Xipote), Luiz Renan, Hegon (Lucas Montelares) e André Lima; Aldair e Cadu (Chiquinho). Técnico: Rony Aguilar.

BRUSQUE (2)

João Paulo, Alemão, Cleyton, Maurício e Adãozinho; Cambará (Everton Cézar), Ruan (Afonso), Mineiro, Eliomar e Paulinho; Giancarlo (Eydison). Técnico: Mauro Ovelha.

Gols: Giancarlo, aos 27 minutos da primeira etapa, para o Brusque; Cadu e Aldair, aos 2 e aos 14 minutos do segundo tempo para o Camboriú; Maurício, aos 27 minutos do segundo tempo para o Brusque; e Chiquinho aos 46 para o Camboriú.

Cartões Amarelos: Rhuan e Cadu (Camboriú); Cambará, Mineiro e Eydison (Brusque).

Cartões Vermelhos: Vitor Hugo (Camboriú) e Cleyton (Brusque).

Arbitragem: Célio Amorim, auxiliado por Nadine Schramm Câmara Bastos e Bruno Muller.



Redação

E-mail para contato contato2010311112361639@2010311112361080esportesc.com.