Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 12/03/2020 22h47
Atualização: 23h27

O Brusque FC deu um grande passo para seguir fazendo história na Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (12) a equipe venceu o Brasil de Pelotas fora de casa e abriu vantagem em busca da classificação à quarta fase da Copa do Brasil. 

Thiago Alagoano, aos 44 do primeiro tempo, marcou o gol da vitória do Bruscão, que poderia ter voltado para casa, inclusive, com um placar mais elástico do Rio Grande do Sul. O time ainda terminou o jogo com um atleta a mais, já que Lázaro foi expulso aos 15 minutos do segundo tempo.

Brusque e Brasil de Pelotas voltam a jogar agora na próxima quarta-feira (18), às 20h30, no estádio Augusto Bauer.

O jogo

Com Gustavo Henrique como novidade na lateral direita, o Brusque contou também com o retorno de Thiago Alagoano no setor se ataque. Fora de campo, a torcida do Brasil passou longe de lotar o estádio e fazer aquela pressão tradicional no estádio Bento de Freitas.

Se sentindo em casa, o time criou duas grandes chances logo nos primeiros minutos. Alex Sandro e Thiago Alagoano pararam no goleiro Rafael Martins.

Depois disso, o jogo ficou mais amarrado, mas o Brusque seguia superior. Apesar disso, as principais chances eram em chutes de fora da área. O de Gustavo Henrique, aos 37 minutos, foi um deles. Rafael Martins, novamente, apareceu com destaque.

O Brasil até então só havia chego duas vezes, ambas com Gegê, em chutes de fora da área, sem perigo.

Melhor no jogo, o Brusque abriu o placar aos 44 minutos. Rodolfo tocou para Thiago Alagoano, que mandou para as redes: 1 a 0.

Etapa final

No segundo tempo, o Brasil voltou tentando pressionar o Brusque e logo aos 3 minutos teve uma chance incrível. Simião cabeceou sozinho, à queima roupa, mas Zé Carlos operou um milagre. 

A resposta do Brusque veio com Edu. Desta vez foi Rafael Martins que salvou. Aos 15 minutos, o Bruscão ainda ficou com um jogador a mais. Lázaro evitou chance real de gol ao cometer falta na entrada da área e acabou expulso.

Na cobrança, Airton ainda carimbou o travessão. Pouco depois, foi a vez de Alex Sandro carimbar o travessão. O Brasil até tentou se assanhar, mesmo com um a menos. O Brusque também poderia ampliar, mas, satisfeito com o resultado, segurou a vantagem importante para o jogo do Augusto Bauer.



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2004021300525234@2004021300524406esportesc.com.