Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 25/10/2020 17h53
Atualização: 17h59

Diante do único algoz até o momento na Série C, o Brusque FC novamente não conseguiu sair com um triunfo diante do São José. Mesmo em casa, contra o oitavo colocado do grupo, a equipe brusquense não passou de um 0 a 0 diante do adversário.

Com o resultado, o time chegou aos 27 pontos, agora com 6 de vantagem sobre o Ypiranga, de Erechim. O Adversário venceu o Boa Esporte por 2 a 1. O Brusque volta a jogar agora na próxima quinta-feira (29), quando vai a Itu, encarar o Ituano.

O jogo
Os times fizeram um bom primeiro tempo, com os dois abertos procurando o ataque, mas com raras finalizações e poucas jogadas efetivas com chances de gol.

O Brusque só teve oportunidades pelo lado esquerdo, com Garcez levando vantagem sobre Cleiton. Aos 15, o jogador cruzou e Itinga por pouco não alcançou. Pouco depois, em jogada semelhante, Thiago Alagoano conseguiu o desvio de cabeça. A bola passou rente à trave.

O São José também criava pouco. O principal destaque da partida foi o camisa 7, Gustavo Xuxa, ex-Brusque. Todas as jogadas do time adversário passavam pelos pés do atleta, mas a equipe visitante tinha pouco poder ofensivo com os atacantes Romário e Maradona. Na principal chance da equipe de Porto Alegre, Xuxa cabeceou sozinho, aos 35, mas mandou para fora.

Antes do fim do primeiro tempo, o Brusque ainda teve uma chance de abrir o placar. A zaga do São José falhou e Thiago Alagoano finalizou cruzado, pra fora.

Etapa final
No segundo tempo, o jogo caiu de rendimento e ficou morno, com os dois times sem intensidade e pouca criatividade de ambos os lados. A primeira chegada mais efetiva do Brusque ocorreu somente aos 20 minutos, numa das poucas aparições de Thiago Alagoano.

O camisa 10 deu lindo passe na área para Garcez, que tirou da marcação, mas finalizou por cima, de bico, na saída do goleiro. Aos 25 minutos, o técnico Jerson Testoni promoveu as primeiras alterações na equipe.

Saiu o apagado Itinga para a entrada de Ronaell, e Edilson, que fez a função de ponta, para a entrada de Jefferson Renan. Com as alterações, Garcez foi deslocado para a função de centroavante, que vinha sendo ocupada por Itinga. Já Ronaell foi para a ponta esquerda, ganhando o apoio do lateral Airton.

O impacto foi bem positivo nos primeiros 10 minutos, quando o time, enfim, conseguiu sufocar o adversário. Em uma de suas primeiras jogadas, Jefferson Renan mandou uma pancada de fora da área que explodiu no travessão.

Depois, Fábio deu um toquinho para tirar a bola que vinha certeira na cabeça de Itinga. O time começava a criar chances, mas não conseguia o gol. A situação ficou mais difícil quando o lateral João Carlos recebeu o segundo amarelo e acabou expulso aos 39 minutos. Antes do fim da partida, Jersinho ainda tirou Rodolfo Potiguar para a entrada de Emerson Alemão. O São José também fez mudanças, mas satisfeito com o resultado pouco agrediu para tentar a vitória no Augusto Bauer.



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2011280412491019@2011280412499365esportesc.com.