Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 28/09/2020 17h35
Atualização: 17h43

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Comunicação, informou na data desta segunda-feira (28) a sua desistência como cidade-sede dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

Conforme nota divulgada pela Prefeitura, o intuito é a preservação dos atletas em virtude da pandemia da covid-19. A Prefeitura, por meio da FME, também diz que, além de não sediar, também não participará da edição deste ano dos Jasc. 

Os Jasc serão realizados este ano de 17 a 23 de novembro e tinha Brusque como principal sede do evento. O acordo para que a cidade sediasse a disputa foi selado há cerca de 20 dias, por isso a desistência pegou a todos de surpresa. 

O presidente da Fesporte, Rui Godinho disse que na semana passada já havia recebido a informação da desistência da cidade. Ele comenta que a decisão foi oficializada nesta segunda.

Ele lamentou a desistência, ao lembrar que a cidade sempre foi sede nos anos terminados em 0 e agora perderá essa prerrogativa. Apesar disso, afirma que a decisão não abalará o evento. "Infelizmente houve essa desistência de Brusque. Não sabemos bem os motivos que fizeram o município a tomar essa decisão, mas sabíamos que podia acontecer com alguma cidade em virtude da pandemia. Mas isso de forma alguma afeta o evento, inclusive porque várias modalidades em que  Brusque seria sede já  haviam sido reinvidicadas anteriormente por outros municípios que agora serão atendidos, como o bolão, a bocha e o ciclismo, por exemplo, que serão realizados na cidade de Rio do Sul", comenta Rui.

Veja abaixo a nota divulgada pela Prefeitura de Brusque, assinada pelo superintendente da FME, Edson Garcia

A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Brusque divulgou nota destacando que o município não será uma das sedes e também não vai participar dos Jogos Abertos de Santa Catarina edição de 2020. O superintendente da FME Edson Garcia, destacou que o objetivo é preservar a segurança com atletas e treinadores em virtude da pandemia. 

Garcia explicou os motivos da decisão. “O governo municipal entende que não é uma decisão fácil, mas que é preciso pensar na saúde de todos, então para esse momento a escolha da não participação e principalmente sediando as competições do JASC foi uma decisão sensata pensando na comunidade brusquense,” disse. 

Além disso, o superintendente destacou outros fatores. “Entre as preocupações dos órgãos de saúde do município, sendo Brusque sede dos jogos estão questões como os cuidados de higienização dos alojamentos, como manter distanciamento desses atletas, o controle desses atletas testados chegando a cidade, entre outros cuidados que os protocolos de saúde orientam para a preservação do bem estar de todos, e para o controle de novos casos de COVID-19,” ressaltou.



Redação

E-mail para contato contato2010291612448388@2010291612447559esportesc.com.