Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 23/01/2020 00h37

No clássico do Vale que marcou a estreia de Brusque e Marcílio Dias no Campeonato Catarinense de 2020, o time de Itajaí levou a melhor e venceu o Bruscão por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (22).

Nathan Ferreira, aos 29 da etapa final, marcou o gol da vitória do Marcílio, que comemorou os três pontos diante da torcida. 

O JOGO

Sem Edu e Zé Carlos machucado, o técnico Jersinho mandou o Brusque a campo com Gustavo Henrique improvisado no setor de ataque e Dida no lugar do goleiro e capitão. 

E logo no começo do jogo a escolha pareceu ser acertada, com o Brusque controlando o meio e chegando com força no setor de ataque. Edilson e o próprio Gustavo Henrique, em 10 minutos, mostraram o cartão se visitas, mas, na conclusão, chutaram fraco e facilitaram a vida de Belliato.

Aos 25, Thiago Alagoano, de letra, quase colocou o Brusque em vantagem. Pouco depois, Marco Antonio, na cara de Belliato, demorou para chutar e foi travado.

Acuado no jogo, o Marcílio assistia o Brusque jogar e só chegava com perigo nas bolas aéreas, sempre buscando o grandalhão Carlinhos. A melhor chance do time, no entanto, veio pelo chão, com o próprio Carlinhos, aos 46 da etapa final, em chute rasteiro que obrigou Dida a fazer boa defesa com os pés. 

ETAPA FINAL

Na etapa final, o jogo ficou mais equilibrado. O Marcílio voltou com o camisa 21 Mineiro entre as novidades e, logo com 1 minuto, ele assustou o gol de Dida.

O time de Itajaí passou a rondar mais a área do Brusque, mas a primeira grande chance foi do Bruscão. Thiago Alagoano ajeitou para Marco Antonio de cabeça. O jogador tirou da zaga e finalizou no cantinho, Magrão salvou em cima da linha.

Depois dos 15 minutos o jogo caiu de rendimento, com poucas oportunidades. O Brusque seguia um pouco superior, mas aos 29 vacilou na defesa e pagou caro. Natan Ferreira, que entrou no segundo tempo, recebeu sozinho na ponta direita e depois bateu cruzado, sem chances para Dida: 1 a 0.

O gol foi um balde de água fria para o Bruscão, que corria poucos riscos até então na partida. A essa altura, o time já contava com Dandan no lugar de Gustavo Henrique. 

Aos 35, o time perdeu outra grande chance. Thiago Alagoano obrigou Belliato a fazer grande defesa, na sobra Dandan chutou e a defesa do Marcílio salvou outra bola em cima da linha. Nos minutos finais, o time até tentou pressionar, o Marcílio também perdeu chances de matar a partida, mas garantiu, ao fim, o placar de 1 a 0.

Os times voltam a jogar agora no fim de semana. O Marcílio vai a enfrentar o Avaí, sábado, na Ressacada. Já o Brusque recebe em casa a equipe do Joinville no domingo.

Foto: Lucas Gabriel Cardoso/BFC



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2002290549241049@2002290549249666esportesc.com.