Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 01/04/2018 18h16
Atualização: 18h59

Em um campeonato para esquecer, o Brusque garantiu a permanência na elite do Catarinense após um empate suado e dramático com o Inter de Lages neste domingo (1) no Gigantinho.

Os times empataram em 1 a 1, resultado que acabou rebaixando a equipe da Serra à segundona Estadual. O time visitante foi melhor na maior parte da partida, abriu o placar na etapa final, sofreu o empate do Brusque e pressionou em busca de um gol salvador que não ocorreu.

O jogo
O Inter deitou e rolou pelo lado direito do ataque e com Luizinho, xará do Luizinho do Brusque, criou pelo menos três chances claras de gol. Todas com o atacante. Aos 25, ele chegou dividindo com Ronaell e por pouco não mandou para as redes. Aos 28, em jogada trabalhada chutou por cima, com perigo. Já aos 35, após bobeira de Neguete e o goleiro André Luís, por um triz o atleta não desviou para as redes. Pelo lado do Brusque, o time chegou a ter um pênalti a seu favor. Aos 15, Jefferson Renan foi derrubado dentro da área pela marcação, mas a arbitragem de Ramon Abatti Abel nada marcou.

Gol e drama da segundona
Na etapa final, o Inter voltou pressionando o Brusque. Luizinho chegou a acertar a rede pelo lado de fora, mas aos 20 o time chegou ao gol. O tento foi convertido por Rafael Lucas, de pênalti, após a bola tocar na mão de Edilson. Com o gol o Inter passou a se salvar do descenso, e o Brusque a torcer para o Hercílio Luz não vencer o Criciúma. A boa notícia veio pouco depois, quando o Tigre abriu o placar sobre o adversário no Sul do estado.

Empate e alívio
Coube a dois jogadores que saíram do banco mudar o cenário da partida. Dependendo do resultado de Criciúma, o Brusque empatou a partida cinco minutos depois de tomar o gol em casa. Wilson Junior e Rafinha, que haviam acabado de entrar mudaram a partida. Aos 25, o primeiro fez grande jogada e tocou para o segundo, já embaixo da trave, mandar para as redes.

Após o tento, o Brusque ainda teve chances no contragolpe, três delas com Luizinho, que entrou no fim da partida, mas pecou demais nas finalizações. Mas o Inter também assustou. O time da serra chegou a ter um gol anulado já no finzinho da partida. Alívio para o Bruscão e tristeza para os lageanos, que desmoronaram no gramado após o apito final.

Como ficou
Com os resultados, o Brusque finalizou na sétima posição, com 20 pontos. O Hercílio Luz, derrotado pelo Criciúma, ficou em oitavo, com 17. O Inter encerrou com a mesma pontuação, porém, com dois gols a menos de saldo. Acabou rebaixado. O outro rebaixado foi o Concórdia, que fez apenas 13 pontos em toda competição.

Futuro
O Brusque se prepara agora para a Série D do Campeonato Brasileiro, competição que vai disputar também em 2019 em razão da permanência na Série A deste ano.

Jogos da última rodada 

31/03 (sábado – 17h) 
Concórdia 0x3 Figueirense

01/04 (domingo – 16h) 

Avaí 2x2 Chapecoense
Brusque 1x1 Inter de Lages
Tubarão 3x0 Joinville
Criciúma 1x0 Hercílio Luz

Veja abaixo a classificação completa do campeonato

1 - Chapecoense - 41 pontos
2 - Figueirense  - 36
3 - Tubarão -26 (saldo de 5)
4 - Criciúma - 26 (saldo de 2)
5 - Joinville - 24 (7 vitórias)
6 - Avaí - 24 (6 vitórias)
7 - Brusque - 20
8 - Hercílio Luz - 17 (saldo de -7)
9 - Inter de Lages - 17 (saldo de -9)
10 - Concórdia - 13

 Fotos: Sidney Silva|EsporteSC



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2008031148563758@2008031148562930esportesc.com.