Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 26/09/2018 22h20

O Bruscão segue em boa fase e mais uma vez chegou a vitória na Copa SC. Na noite de clássico desta quarta-feira (26) a equipe venceu o Marcílio Dias por 2 a 1 e manteve a liderança do grupo B e os 100% de aproveitamento na competição. Os gols do triunfo foram marcados por Weverton e Zé Mateus. Juninho Tardelli anotou o tento do Marinheiro. Com o resultado, o Brusque chegou aos 9 pontos em 3 jogos, contra 4 do adversário. A equipe volta a campo agora no próximo domingo, quando recebe o Inter de Lages.

O jogo

Depois de 4 anos, Brusque e Marcílio Dias voltaram a se enfrentar em um dos jogos que mais mexe com torcedor quadricolor. Dentro de campo, o Brusque teve algumas mudanças em relação a equipe que venceu o Operário. Edilson voltou após cumprir suspensão na lateral-direita, assim como Ianson para formar a dupla de zaga com Neguete. Com isso, Safira e Cleyton, respectivamente, saíram da equipe, enquanto Zé Mateus voltou à sua função de origem no meio campo.

Etapa inicial

No primeiro tempo, o Brusque tentou uma pressão a com 5 minutos criou duas boas situações de chegar ao gol, que veio cedo, aos 11 minutos. A bonita jogada de Jefferson Renan pela direita culminou em gol de Weverton, que recebeu do atleta para mandar para as redes: 1 a 0.

Logo após o gol, o Brusque levou um susto já no minuto seguinte. Juninho puxou contra-ataque e finalizou com perigo. A bola bateu no pé da trave e voltou nas mãos de Dida.

Depois disso, os dois times demoraram a criar algo. O Brusque passou perto de fazer o segundo, em lindo corta luz de Jefferson Renan e posterior passe para Eliomar. Na finalização, a zaga do Marcílio chegou em cima e evitou o segundo gol. Ainda antes do fim do primeiro tempo, o Brusque teve outras oportunidades. Em dois lances polêmicos, time e torcida reclamaram muito de pênalti, mas a arbitragem nada marcou.

Aos 40, veio o empate adversário. O Marcílio, que pouco assustou, empatou num lance de bola parada. Juninho Tardelli, na entrada da área, bateu falta com perfeição para empatar o jogo: A bola ainda bateu no travessão antes de quicar dentro do gol: 1 a 1.

Segundo tempo

No segundo tempo de jogo, Pingo voltou com Safira no lugar de China, ganhando mais um homem no setor de meio campo. O jogador deu mais poder ofensivo ao time. Aos 5, Eliomar chutou com perigo de fora da área e por pouco não fez o segundo. A resposta do Marcílio veio apenas aos 20, em bola cruzada na área que por pouco não foi completada para o fundo do gol.

O jogo era aberto e equilibrado. Aos 21, o Marcílio fez a primeira mudança com o veterano Schwenck na vaga de um apagado Sábia. Mas quem mexeu no placar foi o Brusque. Três minutos depois, Zé Mateus recebeu pelo lado direito, e já dentro da área, mandou um foguete para fazer o segundo do Brusque: 2 a 1.

O time de Itajaí sentiu o gol e logo na sequência o Bruscão teve duas chances de aumentar o placar. Aos 33, Pingo precisou fazer mais uma alteração. Edilson, machucado, saiu para a entrada de Carlos Alberto. O jogo seguiu corrido, mas os dois times pouco criaram nos minutos finais até o apito final que decretou mais uma vitória do Bruscão.

Fotos: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC



Sidney Silva

E-mail para contato redacao1911141213054423@1911141213053594esportesc.com.