Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 02/08/2020 16h55
Atualização: 18h05

Não foi uma tarde de brilho, nem de grande futebol, mas o Brusque FC mostrou eficiência e ficou muito perto da final do Campeonato Catarinense.

Jogando em Jaraguá do Sul, neste domingo (2), a equipe brusquense venceu o Juventus por 3 a 2 e agora só depende de um empate para chegar à grande decisão. 

Thiago Alagoano foi o nome do jogo com dois gols. O outro do Brusque foi marcado por Edu. Gustavo Poffo e Fabinho anotaram pelo Moleque Travesso.

Os times voltam a se enfrentar agora na quarta-feira (5) às 19h, no estádio Augusto Bauer.

O JOGO

O Juventus fez uma verdadeira blitz pra cima do Brusque que ficou acuado e se mostrou desorganizado nos minutos iniciais da partida.

Com espaço, o time da casa dominou os 45 minutos iniciais e só não saiu em vantagem pela falta se pontaria do setor de ataque e também em virtude das boas defesas do goleiro do Brusque, Zé Carlos.

Aos 14 minutos, Edilson recuou mal e Itinga só não abriu o placar porque o arqueiro fez uma grande defesa.

O Brusque só chegou ao ataque aos 23 minutos, em finalização de Edu que fez Hudson trabalhar.

O time da casa seguia melhor na partida, mas, aos poucos, mostrava cansaço. Com mais qualidade na frente, quando foi ao ataque, o Brusque não perdoou.

Aos 32 o artilheiro Edu deu lindo passe de calcanhar para Thiago Alagoano que tocou na saída do goleiro e saiu para o abraço: 1 a 0 Bruscão.

Mas o Juventus não desistia. Já na sequência, o time criou duas grandes chances. Na primeira, Zé Carlos salvou. Na outra, Allan tentou uma meia bicicleta que foi por cima.

Melhor para o Brusque que aos 41 ampliou. Após vacilo defensivo do Juventus, Edu roubou a bola para finalizar no cantinho e fazer seu oitavo gol na competição: 2 a 0 Brusque. 

O Juventus ainda descontou o prejuízo na primeira etapa. Gustavo Poffo bateu forte, praticamente da entrada da área, para, enfim, vencer Zé Carlos: 2 a 1.

ETAPA FINAL

No segundo tempo, o Brusque adiantou a marcação e parecia que teria outra postura na partida. Mas, com o passar dos minutos, os erros de passe se repetiram, o time recuou e o Juventus voltou a dominar a partida.

Com Fabinho mal no jogo, Jersinho teve estrela ao colocar Baianinho no lugar do atleta aos 17 minutos. Três minutos depois, o jogador fez grande jogada individual e rolou para Edu.

O artilheiro do campeonato finalizou no canto, a zaga do Juventus tirou quase em cima da linha, mas, na sobra, Thiago Alagoano dominou e mandou para as redes: 3 a 1 Brusque. 

O time, no entanto, novamente não teve muito tempo de administrar a vantagem. Já no minuto seguinte, Fabinho (o do Juventus) subiu sozinho, de cabeça, para descontar: 3 a 2 Brusque.

Depois disso, o Juventus voltou a se animar, mas o jogo seguiu o mesmo roteiro. Domínio do time de Jaraguá, que chegava ao ataque com muita facilidade, mas cansava de perder gols. Foram pelo menos três chances claríssimas do empate, que acabaram desperdiçadas pelo time do Jaraguá. 

Sorte do Bruscão, que mesmo sem fazer uma boa partida volta com um resultado importantíssimo para casa.



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2009282147551160@2009282147551033esportesc.com.