Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 15/04/2017 19h30
Atualização: 16/04/2017 17h50

O Brusque FC se despediu com vitória diante da torcida em jogo pela penúltima rodada do returno do Campeonato Catarinense. Jogando diante do Inter de Lages, o Bruscão chegou a sair atrás do placar no primeiro tempo, mas Eliomar e o artilheiro Jonatas Belusso garantiram a vitória por 2 a 1.

Com o resultado, o Brusque chega a 26 pontos na classificação geral. A equipe ocupa a quarta colocação, dois pontos abaixo do Criciúma, que empatou com Metropolitano e tem 28. Agora, o time brusquense busca uma vitória na última rodada diante do Joinville e seca o Tigre para ficar com o terceiro lugar e assegurar vaga na Copa do Brasil de 2018 (veja abaixo a classificação e os jogos da última rodada). Para este jogo, o Bruscão não poderá contar com o volante Boquita, suspenso após levar cartão vermelho, mas pode ter novamente Cleyton, que cumpriu suspensão na partida deste sábado (15).

O jogo
O Brusque começou a partida com três mudanças em relação a equipe que enfrentou o Almirante Barroso. Willames entrou no lugar do suspenso Cleyton, que foi homenageado pela diretoria antes da partida em razão do centésimo jogo do atleta com a camisa do clube. No meio Carlos Alberto voltou a fazer a função de volante, enquanto Marquinhos voltou a ser utilizado na lateral-esquerda.

A equipe de Lages começou os primeiros dez minutos melhor, mas logo o Brusque melhorou na partida e criou as melhores chances. O grande nome do jogo foi o goleiro Neto Volpi, com pelo menos três grandes defesas ainda no primeiro tempo. Em um dos lances, o atleta chegou a ser driblado por Jonatas Belusso, mas na finalização, já com o gol aberto, o chute do atacante bateu nas costas do defensor do Inter e saiu.

Quando o jogo se encaminhava para um intervalo sem gols foi o time de Lages que abriu o placar. Enercino cruzou e Max, de cabeça, fez 1 a 0 para o adversário.

Etapa final
O técnico Pingo não mexeu no time no intervalo, mas não demorou para fazer a primeira troca no segundo tempo. Com menos de dez minutos, colocou Assis na vaga de Marquinhos. Mas era pelo setor direito que o Bruscão criava as principais oportunidades. Com João Carlos bem no apoio, Ricardo Lobo por pouco não marcou. Em outra jogada pela direita, pouco depois, Eliomar recebeu do lateral e não perdoou: 1 a 1 aos 18 minutos.

Mal deu tempo de o Inter assimilar o baque e o Brusque comemorar o gol, veio a virada. O artilheiro Jonatas Belusso, que já havia perdido duas boas oportunidades, dessa vez foi fatal. Ele recebeu lançamento nas costas da zaga e cara a cara com Neto Volpi tocou no cantinho para fazer 2 a 1 Brusque aos 20 minutos.

Depois do gol, o Bruscão ainda perdeu várias outras chances de marcar, o Inter também assustou, chegou a carimbar o travessão do goleiro Dida, mas não conseguiu mais movimentar o placar.Mesmo com a expulsão do volante Boquita, aos 40 minutos, o Brusque segurou a vitória e comemorou mais três pontos diante da torcida.

Pós-jogo
Após a partida, torcedores da torcida organizada do Brusque, a Força Independente, foram cobrar alguns jogadores, sobretudo dando ênfase a sequência negativa de quatro derrotas consecutivas. Um dos alvos foi o artilheiro Jonatas Belusso, chamado de ‘mercenário’ por alguns torcedores. Educadamente, o jogador foi até o alambrado conversar com a torcida, que se mostrou muito exaltada com o artilheiro da competição. Algumas palavras de ordem foram faladas pelos torcedores ao atleta, que mostrou não entender muito a cobrança. A diretoria do Brusque logo tentou acalmar os ânimos e houve um intenso bate-boca. Após sair do gramado, o diretor de futebol, Carlos Beuting, por pouco não foi agredido. A Polícia Militar chegou a intervir para contornar a situação.

Demais jogos da rodada
Nos demais jogos da rodada, Tubarão e Figueirense empataram em 0 a 0 no Sul do Estado. Com o empate “amigo”, ambos chegaram a 19 pontos e se livraram do rebaixamento. Agora, três times vão à última rodada ainda com chances de queda. Inter de Lages, 16 pontos, Almirante Barroso, 15, e Metropolitano, também com 15. O Inter recebe em casa o Avaí, que foi derrotado na Ressacada pelo Barroso por 1 a 0. O duelo do Barroso será contra o Tubarão, em casa. Já o Metrô, além de secar os dois rivais, tem que vencer o Figueirense no Scarpelli para evitar o primeiro rebaixamento de sua história.

Chape campeã
Com a vitória por 2 a 0 pra cima do Joinville, a Chapecoense conquistou de forma antecipada o título do returno. A equipe encara agora o Avaí em dois jogos para definir o campeão desta edição. Com 39 pontos na classificação geral, a Chape não pode mais ser alcançada pelo rival, com 34, e por isso faz a final da competição em casa, na Arena Condá.

Jogos da penúltima rodada
Brusque 2x1 Inter de Lages
Tubarão 0x0 Figueirense
Metropolitano 2x2 Criciúma
Chapecoense 2x0 Joinville
Avaí 0x1 Almirante Barroso

Última rodada – domingo (23/4 – 16h)

Joinville x Brusque
Figueirense x Metropolitano
Criciúma x Chapecoense
Inter de Lages x Avaí
Almirante Barroso x Tubarão


Classificação do returno
1º Chapecoense – 22 pontos – 7 vitórias
2º Joinville – 16 pontos – 5 vitórias
4º Criciúma – 15 pontos – 4 vitórias
3º Avaí – 13 pontos – 4 vitórias
5º Brusque – 10 pontos – 3 vitórias
6º Barroso – 9 pontos – 3 vitórias
7º Tubarão – 8 pontos – 2 vitórias
8º Metropolitano – 7 pontos – 1 vitória
9º Figueirense – 6 pontos – 1 vitória
10º Inter de Lages – 5 pontos – 1 vitória

Classificação geral
1º Chapecoense – 39 pontos – 12 vitórias
2º Avaí – 34 pontos – 10 vitórias
3º Criciúma – 28 pontos – 8 vitórias
4º Brusque – 26 pontos – 8 vitórias
5º Joinville – 23 pontos – 6 vitórias
6º Tubarão - 19 pontos – 5 vitórias
7º Figueirense – 19 pontos – 4 vitórias
8º Inter de Lages – 16 pontos – 4 vitórias (- 11 de saldo)
9º Almirante Barroso – 15 pontos – 4 vitórias (- 12 de saldo)
10º Metropolitano – 15 pontos – 3 vitórias



Fotos: Maicon Deucher/Brusque FC



Redação

E-mail para contato contato2010251114557647@2010251114556819esportesc.com.