Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 21/11/2020 23h14
Atualização: 23h24

Num jogo totalmente atípico, sem jogadores para compor banco e com duas expulsões, o Brusque FC acabou derrotado por 2 a 0 pela equipe da Tombense. O duelo foi válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Enfrentando um grande surto de covid, o Brusque foi a Tombos cheio de desfalques e não foi páreo para o adversário com uma formação totalmente alternativa. O time teve apenas quatro jogadores no banco, entre eles os goleiros Dida e Ruan Carneiro, esse último inscrito para jogar na linha. Além deles, compuseram o banco de reservas o atacante Fio, que retornou após um ano longe dos gramados na última rodada, e o atacante Luan, que ainda não havia estreado na equipe.

Sem mais da metade do time titular à disposição, Jersinho mandou a campo a equipe cheia de improvisos. A formação inicial teve: Zé Carlos; Éverton Alemão, Ianson, Cleyton e Ronaell, Emerson Martins, Ruan e Zé Mateus; Jefferson Renan, Alexsandro e Garcez.

Nos minutos iniciais, a equipe até conseguiu ser competitiva e chegou a acertar a trave em cabeçada de Cleyton, aos 12 minutos. Mas, aos 16, a Tombense começou a ver a sua situação, que já era confortável, ficar ainda mais fácil.

Após Cleyton cometer falta e levar amarelo, Zé Carlos reclamou com a arbitragem e também foi amarelado. Não satisfeito, o arqueiro voltou a reclamar e levou o vermelho, deixando o cenário que já era difícil ainda mais complicado. Com a expulsão de Zé Carlos, Alexsandro acabou sacrificado para a entrada do goleiro Dida. Mesmo com um a menos e com todos os desfalques o time segurou o 0 a 0 na etapa inicial.

Jogo muda na etapa final

Se o Brusque conseguiu conter bem a Tombense na primeira etapa, não demorou para o jogo mudar totalmente de rumo no segundo tempo. Keké saiu do banco no intervalo e logo com 1 minuto em campo abriu o placar.  E o jogo piorou para o Brusque aos 2 minutos, quando Cleyton recebeu o segundo amarelo e também foi expulso, deixando o Brusque com dois a menos. Com isso, Éverton Alemão foi para a zaga, com Zé Mateus saindo do meio para a lateral. 

Mas, com dois jogadores a mais, o time da casa aproveitou e ampliou o placar, desta vez com Ibson, em jogada de Keké: 2 a 0. Com todo cenário adverso, o Brusque ainda tentou reagir. Zé Mateus assustou Felipe em chute de longe. Mas foi muito pouco. Aos 22, Jersinho ainda colocou o atacante Luan no lugar de Ruan, mas foi a Tombense que perdeu as melhores chances. Aos 32, Eduardo bateu colocado e quase marcou um golaço. Pouco depois, Galdino carimbou a trave. O placar, no entanto, não foi mais alterado: 2 a 0 Tombense.

Mesmo com a derrota em Tombos, o Brusque segue na liderança, com 28 pontos, mas agora o quadricolor tem apenas dois pontos de gordura sobre o Ituano, vice-líder, e própria equipe mineira, que assumiu a terceira colocação. O time ainda pode ver o Londrina se aproximar, caso a equipe paranaense vença o São José, fora de casa, neste domingo (22), e vá a 27 pontos. A primeira equipe fora do G4 é o Ypiranga, com 25 pontos, três a menos que o Bruscão, a duas rodadas do fim.

O Brusque volta a campo agora na próxima segunda-feira (30), quando recebe o Volta Redonda no estádio Augusto Bauer.



Redação

E-mail para contato contato2011280225594992@2011280225594163esportesc.com.