Conteúdo
Colunista: Luiz Gianesini
Publicação: 10/04/2020 20h07

O entrevistado desta semana é Ademar José da Silva, um grande nome no futebol de areia na praia; nascido em Balneário Camboriú aos 22 de maio de 1944; torce para o Vasco da Gama e Marcílio Dias.

O entrevistado desta semana é Ademar José da Silva, um grande nome no futebol de areia na praia; nascido em Balneário Camboriú aos 22 de maio de 1944; torce para o Vasco da Gama e Marcílio Dias

Como surgiu o futebol de areia em sua trajetória?

Eu nasci bem próximo à praia - desde tenta idade, lá pelos idos de 50 (década), ia acompanhar os jogos entre Camboriú x Cabeçudas; já com 15 anos de idade participei, pela primeira vez, na seleção de Camboriú contra Cabeçudas, quando o Teixeirinha comandava o Futebol de Areia na Praia. Na década de 60, mais precisamente em 66, organizamos o primeiro campeonato de Futebol de Areia sob o comando dos saudoso Teixeirinha.

As equipes tinham líderes?

Na verdade as equipes tinham um líder, e u destaco os que sempre agiram com muita lisura: Teixeirinha do Moby Dick, Maqui do Botos, Élio Ramos no Biguás, Alexandre Reiser no Sereias e Rogério Garcia no Pescadas.

Há quanto tempo está ligado ao Tubarões 

Estou ligado aos Tubarões desde sua fundação em 15 de julho de 1964, para a prática do Futebol de Salão, juntamente com Ney Bentaien, João Jorge Pio, Moacir Schlup, Rubens Carlos Pereira (lógico minha pessoa)

Atuou em outras equipes?

No Futebol de Areia, somente em 84 que joguei no Sereias e em 85, no Goiás, porque o Tubarões não disputou os campeonatos, pois eu mesmo suspendi por 2 anos, por uma briga de atletas do meu clube em agredir o árbitro Chico Simas na decisão contra o Biguás em 83.

Muitos títulos?

Conquiste 10 títulos pelos campeonatos de 66 a 95, pela categoria livre e a partir de 97, vários títulos pelo sênior e máster.

Grandes nomes no Futebol de Areia?

Tivemos vários nomes no Futebol de Areia, começando pelo eterno Teixeirinha, o maior de todos, mas jogadores  nas várias equipes e categorias: no Biguás: Mima, Deba, Eduardo; no Sereias: Zé Carlos, Alexandre, Foquinha, Heitor Liberato Filho; no Botos: Maqui, Gauchinho; no Tubarões: Ney Benthien, Roni, Luiz Carlos, Rodaki, Sombra, Jorge Tijolo e Pereirinha; no veteranos: Teixerinha, Sombra, Balduíno, Dreyer, Toninho Quintino, Renato Sá, Botelho, Juquinha, o saudoso Edison Cardoso, Beto Schurmann, Rui Liberalli, Zé Leal, Élio Ramos e outros que no momento esqueço.

O Mima é aquele que atuou pelo Paysandu?

Sim o Mima é aquele que jogou no Paisandu, depois no Barroso de Itajaí,  onde formou um ataque que foi  um dos melhores que eu vi jogar: Élio Ramos, Deba, Mima e Godeberto que também veio do Paysandu.

Grandes Goleiros?

Tivemos muitos: Zé Carlos do Sereias, Manequinha do Biguás, Henrique e Tanuir  do Moby Dick, Chiquinho e Nauro no Tubarões, Eloir do Botos e Neno no Goiás

Vitória memorável?

Uma vitória inesquecível foi a decisão 79, contra o Biguás, uma equipe muito forte, quando vencemos por 2 x 1.

Derrota que ficou atravessada?

Derrota que ficou atravessada foi contra o mesmo Biguás, em 74, precisando vencer para sermos Campeões, perdermos por 2 x 1 e o Biguás estava com um jogador a menos e o melhor atleta deles, o Mima, estava lesionado

Grandes nomes no futebol de areia?

No Sereias: Zé Carlos, Alexandre, Foquinha, Heitor Liberato; no Bótos: Maqui, Gauchinho; no Tubarões: Ney Benthien, Rony, Luiz Carlos, Rodaki, Sombra, Jorge Tijulo e Pereirinha; nos veteranos: Teixeirinha, Sombra,  Balduíno, Dreyer, Toninho Quintino, Renato Sá, Botelho, Juquinha, Edson Cardoso, Beto Schurmann, Rui Liberalli,  Zé Leal, Élio Ramos e outros, que no memento esqueço

Grandes Árbitros no futebol de areia?

Os melhores árbitros que passaram pelos vários campeonatos: Alvir Rensi, José Carlos Bezerra, Clésio Moreira, o Margarida, Renildo Nunes, Giuliano Bozano e Chico Simas. E quando falta árbitro, o Teixeirinha, como Presidente da LAFA – Liga Amadora de Futebol de Areia- me intimava e felizmente nunca houve contestação por parte das equipes, inclusive numa decisão entre Tubarões e Parus de Brusque, vencendo por 3 x 1, e eu expulsei ainda no primeiro tempo um atleta do Parus.

Brusque no Futebol de Areia?

Quanto aos Brusquenses tivemos muitos bons jogadores, entre tantos: Pereirinha, Nelslinho, Bolognini,l Ayone, Irmãos Petruwsky, Calóca Moritz, Irmãos Willrich, Cézinha, Ricardo Hoffmann.  Solis e Leandro, já nos veteranos.



Luiz Gianesini - Coluna Personalidades do Esporte

Nascido em Brusque, em 8/10/1948, Luiz Gianesini é filho dos saudosos Evaldo e de Ida Maria Boni Gianesini. Já escreveu suas crônicas em diversos jornais. Em EsporteSC, conta quinzenalmente a história de celebridades que marcaram época no esporte E-mail para contato luizgianesini12006041442022139@2006041442021310gmail.com.