Conteúdo
Repórter: Luiz Gianesini
Publicação: 14/02/2020 17h00

O entrevistado desta semana é o ex-atleta Alfredo Pinotti, popular Marcola, nascido em Brusque aos 08 de maio de 1936, casado com Azeli Pinotti. 


Descendência?
Tenho 5 filhos: Marcos, Luciani, Mariani, Patrícia e Fabrícia; 6 netos: Felipe Pinotti, Matheus Pinotti, Victória Pinotti, Fernanda Bozano, Leonardo Radavelli e Nayana Copi

Como foi sua vida futebolística?
Comecei no Operário, depois Getúlio Vargas, Vasquinho (Rua Nova Trento), Santa Luzia, Sete de Setembro (Zantão) e Humaitá (Nova Trento).

O que recorda com carinho de sua carreira?
Foi ter sido convocado para integrar a seleção amadora de Brusque. Duas partidas bem lembro: Seleção Brusquense 1 Tupi de Gaspar 2, sendo que o jogo aconteceu em Gaspar, e a equipe do Tupi era um timaço. O outro jogo foi contra a também forte equipe aspirante do Paysandu, resultado, empate em dois tentos.

De seu tempo áureo no futebol amador, além de você evidentemente – quem destacaria como grandes atletas?Caracas, Nelsinho Casqueiro, Nica, Pelé e Nicola, Pavezinho, Laurindo Tarter, Valdir Bigorilho, Osmar Ristow, Lincoln Hort e os goleiros Minela e Luizinho.

Luizinho?
É, você!

Que fatos interessantes podem ser lembrados de sua bela carreira ligada ao futebol?
Dois fatos jamais esquecerei: o primeiro foi num jogo Vasquinho da Rua Nova Trento e Paquetá. Durante a semana pensei em fazer alguma gracinha com a turma. Vesti um calção de meu pai, que era alguns números maior do que meu corpo. Em determinado instante da partida, a bola bateu no chão e veio na altura de minha cintura, não deu outra, abri o calção e encaçapei a bola dentro do calção. Olha, o pessoal queria jogar, mas não sabia como proceder. Foi um acontecimento comentadíssimo. Até hoje, o pessoal que presenciou aquele lance lembra bem do ocorrido. Outro fato foi quando vínhamos de uma partida realizada em Nova Trento: Na altura do morro da onça, eu vinha correndo na frente do ônibus que transportou nossa equipe, e vinha um senhor de bicicleta e eu gritando: cuidado com o boi bravo! Àquele senhor jogou-se de pirambeira abaixo, todo assustado. Foi um acontecimento digno de nota.



Luiz Gianesini - Coluna Personalidades do Esporte

Nascido em Brusque, em 8/10/1948, Luiz Gianesini é filho dos saudosos Evaldo e de Ida Maria Boni Gianesini. Já escreveu suas crônicas em diversos jornais. Em EsporteSC, conta quinzenalmente a história de celebridades que marcaram época no esporte E-mail para contato luizgianesini12002202257547937@2002202257547109gmail.com.