Conteúdo
Colunista: Luiz Gianesini
Publicação: 31/01/2020 15h47

O entrevistado desta semana é o ex-atleta Milton Matiolli, popular Mica; filho de Hilário e Erna, natural de Brusque, nascido aos 30/06/1947. Cônjuge Ivete Zen Matiolli, casados aos 13/11/71. Dois filhos: Rafael (27) e Bianca (22). Torce para o Paysandu e Flamengo.

Atuou em que equipes?
Atuei pelo Guarani dos 15 aos 19 anos, no Paysandu dos 19 aos 25, retornando ao Bugre da General Osório até os 40, o que ocorreu em 1987.

Em que posição atuava?
Atuava na ala, ou ponta direita ou esquerda.

Três grandes atletas do Paysandu?
Destacaria: Pereirinha, Kussi e Dino.

Três grandes atletas do Bugre da General Osório?
Entre outros: Miro Pires, Zélis (in memóriam) e Nori Hassmann.

Melhor treinador?
Hélio Pimentel.

Um grande dirigente?
O Walter W. Aichinger, popular Bilo.

Maior goleada do mais querido, aplicada no Carlos Renaux?
Foi 5 a 1, num partidaço do mais querido, e olha que foi no estádio Augusto Bauer.

Grandes nomes ligados ao patrimônio bugrino?
Danilo Moritz, Jorge Bianchini, Iquinho Bittelbrunn, Ademir Cervi, Ademir Deichmann, Inácio Schwartz, entre outros.

Fatos marcantes em sua carreira?
Tenho alguns casos que não posso esquecer: ter disputado seis estaduais pelo mais querido; o gol na inauguração do campo do Santos Dumont, num quadrangular promovido entre as equipes do Carlos Renaux, Paysandu, Marcílio Dias e Barroso e, na partida entre Paysandu e Barroso, a qual vencemos por 1 a 0, fiz o gol. Certa feita, em jogo programado contra o Olímpico, em Blumenau, vencemos por 5 a 3, foi a melhor partida que fiz pelo mais querido; e o jogo que marcava sua despedida do Santa Luzia, já que você iria para o Paysandu, numa preliminar entre Carlos Renaux e América de Joinville, enfiei quatro golaços em você, acabando com sua carreira, não foi?

Palavra final?
O que você está fazendo é muito gratificante. Enaltecer pessoas simples é uma coisa muito salutar.





Luiz Gianesini - Coluna Personalidades do Esporte

Nascido em Brusque, em 8/10/1948, Luiz Gianesini é filho dos saudosos Evaldo e de Ida Maria Boni Gianesini. Já escreveu suas crônicas em diversos jornais. Em EsporteSC, conta quinzenalmente a história de celebridades que marcaram época no esporte E-mail para contato luizgianesini12002202056491264@2002202056491043gmail.com.