Conteúdo
Colunista: Luiz Gianesini
Publicação: 20/01/2020 18h45

O entrevistado desta semana é o ex-arqueiro, Valdir Eccel, popular Bragança; filho dos saudosos Germano e Alma Eccel; natural de Brusque, nascido aos 13.03.40. São em três irmãos: Nilo, Ivete (in memoriam) e Valdir; dois filhos: Ronaldo e Loriane; três netos: Rafael, Juliana e Mateus. Torce pelo C. A. Carlos Renaux e Vasco da Gama.

Uma palhinha da descendência

Ronaldo casou com Suzana Bertoline, dois filhos: Rafael e Juliana. Loriane casou com Leandro Belli, filho: Mateus.

Profissionalmente?

Trabalhei na Loja Renaux de 54 a 75 e na Sociedade Concórdia de 76 até recentemente.

Como atleta?

Iniciei como goleiro, nos juvenis do tricolor brusquense, fui para o América F.C., equipe da localidade do Steffen, depois para o Bugre da General Osório. Em 56, atuei o primeiro tempo na equipe do Paysandu contra o Paula Ramos, na entrega de faixas do campeonato estadual. No segundo tempo entrou o Daniel, do Tupi de Gaspar. Fui reserva do Mosimann no C. A. Carlos Renaux, tendo atuado nas três partidas, das quatro disputadas contra o Hercílio Luz, de Tubarão, na decisão de 57.

Como foi àquela decisão?

A primeira partida, aqui, vencemos por 4 a 1; a segunda, em Tubarão foi 5 a 5; a terceira, em Florianópolis, perdemos por 3 a 2; a quarta, também, em Florianópolis, com o retorno do Mosimann, perdemos por 3 a 1.

Como foi a sua ida para o Bugre?

Disputamos uma partida contra o Guarani, registre-se, na época, um timaço, perdemos por 3 a 1, no final da partida o presidente bugrino, Pubi Shermer, me convidou para ir para o Guarani e acabei indo.

 Melhor partida?

Foi no empate em um tento contra o Guarani (Itoupava), partida disputada em Blumenau

Grandes atletas do Bugre?

Entre outros citaria: Nori Hassmann, Orides Schartz e o Miro Pires

Aquele do Sete de Ouro?

Sim, um grande atleta.

Grande treinador?

Paulino M. Coelho, popular Paulico.

Grande dirigente Bugrino?

Com certeza o Pubi Schermer.

Grandes atletas do América F.C.?

O flamenguista Egon Maffezzolli e os saudosos Ari Steffen e Marcelino Pereirai.

Grandes atletas do Renaux?

Entre outros destacaria: Teixeirinha, Esnel e Agenor.

Do Paysandu?

Heinz Appel, Patrocínio e Renô.

Fatos marcantes?

A perda do estadual em Tubarão, quando vencíamos por 5 a 2, e acabamos cedendo o empate, e o o Bi-super campeão da LDB, pelo Guarani 64/65.

 



Luiz Gianesini - Coluna Personalidades do Esporte

Nascido em Brusque, em 8/10/1948, Luiz Gianesini é filho dos saudosos Evaldo e de Ida Maria Boni Gianesini. Já escreveu suas crônicas em diversos jornais. Em EsporteSC, conta quinzenalmente a história de celebridades que marcaram época no esporte E-mail para contato luizgianesini12007031953471240@2007031953471041gmail.com.