Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 06/11/2019 17h15
Atualização: 17h22

O título do ciclismo dos Jogos Abertos de Santa Catarina escapou pelos dedos da delegação brusquense. E foi de forma amarga. No último dia da competição, na disputa da prova de downhill, o município ficou com a medalha de bronze com Bernardo Cruz, mas viu Rio do Sul levar a medalha de ouro e conquistar o título geral da competição. Ambas as cidades terminaram com 64 pontos, mas o município do Alto Vale foi considerado campeão por ter uma medalha de ouro a mais.

Conquista polêmica
A perda da medalha de ouro deixou a delegação brusquense irritada. Isso porquê o campeão, Rio do Sul, havia tido um atleta desqualificado no domingo (3) por ter cortado caminho na prova de Resistência. A decisão, no entanto, foi revertida nesta quinta nos tribunais, recolocando o município riossulense na briga pelo primeiro lugar. “Fizemos todo um trabalho direcionado ao título e perdemos no último momento, infelizmente por uma questão jurídica, em que Rio do Sul teve um atleta que cometeu uma irregularidade na prova de Resistência, a Fesporte desclassificou o atleta acertadamente, mas nos tribunais, em um julgamento muito infeliz por parte dos procuradores e do Tribunal de Justiça, eles reverteram a decisão”, comenta Gohr. “Como dirigente de ciclismo de Brusque e de Santa Catarina, é uma situação lamentável. Eu mesmo presenciei os fatos e vi o que o atleta de Rio do Sul fez, cometeu uma irregularidade merecia ser desclassificado, mas, nos bastidores, infelizmente deram ganho de causa a Rio do Sul”, lamentou. Veja abaixo a classificação final da modalidade.

1º Rio do Sul - 64 pontos
2º Brusque - 64
3º Joinville - 53
4º Jaraguá do Sul - 43
5º Florianópolis - 41
6º Chapecó - 36



Sidney Silva

E-mail para contato redacao1911131732272646@1911131732271818esportesc.com.