Conteúdo
Repórter:
Publicação: 23/09/2016 15h47
Atualização: 15h48

 Os Jogos Escolares da Juventude de 2016 acontecem em João Pessoa, na Paraíba. Na categoria de 12 a 14 anos Brusque tem dois representantes. O Colégio Cônsul Carlos Renaux defende Santa Catarina no handebol masculino. O Colégio Cultura joga pelo estado no vôlei masculino. As equipes viajam neste sábado (24) para estrearem no domingo (25).

Para chegar até a competição nacional ambos precisaram vencer dois títulos. Cônsul e Cultura foram campeões da etapa regional dos Jogos Escolares de Santa Catarina e garantiram vaga na fase estadual. Esta última etapa aconteceu em São Miguel do Oeste em 3 de julho e contou com todos os campeões regionais de SC. Os representantes de Brusque venceram a fase estadual e garantiram o direito de representar o estado na etapa Nacional dos Jogos.

Handebol

O primeiro desafio para o Colégio Cônsul Carlos Renaux no handebol masculino é a fase de grupos. A equipe brusquense encara três adversários na disputa por uma vaga na segunda fase. Todos os jogos acontecem no ginásio Ronaldão, em João Pessoa. O Cônsul joga a 2ª divisão, pois Santa Catarina foi rebaixada há dois anos quando foi presentada por outro município. 

A estreia é diante de uma escola carioca denominada Ciep 399 Jean Batiste Debret, no domingo, às 11h30. O segundo jogo do Cônsul é contra a escola Cardeal, de Pernambuco, segunda-feira, às 11h30. O colégio de Brusque fecha a fase de grupos na terça-feira, às 14h30. O confronto final é contra o time da casa, Colégio Motiva, de João Pessoa. Os dois melhores da chave avançam às semifinais.

Nesta sexta-feira (23), O Cônsul demonstrou muita força sendo campeão dos Jogos Escolares de Brusque no handebol masculino tanto no mirim (11 a 13 anos) quanto no infantil (14 a 16). O treinador do Colégio, Ederson Guedes, explica que o time que viajará a João Pessoa é um misto entre essas duas equipes. "Vamos perder um pouco em entrosamento, mas vamos fomentar a qualidade da equipe com peças importantes das duas categorias. Para os mais jovens essa é uma oportunidade de ter uma base, um espelho, para nos anos posteriores voltarem para a competição nacional. Nós investimos em várias categorias, não adianta montar um time fortíssimo em um ano e no seguinte não ganhar".

 O treinador acredita que o Colégio Cônsul Carlos Renaux tem grandes chances de conquistar o título e devolver Santa Catarina à 1ª divisão. "Quem chegou lá é porque tem uma base forte. O que faz diferença é que algumas escolas pagam bolsa atleta para jovens vindos de fora. Os nossos jogadores são todos formados no Cônsul. Mas estamos com uma equipe forte e com grandes esperanças de sermos campeões".

Vôlei

O Colégio Cultura joga a elite nacional, a 1ª divisão. Também terá três desafios para passar pela fase de grupos antes de avançar para as finais do torneio. Jogando sempre na quadra 1 do Instituto Federal da Paraíba, a estreia dos brusquenses é contra a escola do Rio Grande do Sul, Luiz Loeser. A partida acontece na domingo, às 14h30.

O Colégio Nova Geração, do Mato Grosso, é o adversário do Cultura na segunda partida, segunda-feira, às 10h15. Os brusquenses encerram a 1ª fase diante da escola Sidronia Neves Pires, de São Paulo. A partida acontece na terça-feira, às 10h15.

Nos Jogos Escolares de Brusque, o Colégio Cultura foi campeão nesta sexta-feira (23) do vôlei masculino categoria infantil (14 a 16 anos). Na categoria mirim (11 a 13) a instituição ficou na 2ª colocação, atrás do Cônsul Carlos Renaux.