Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 16/02/2017 08h45

A partir das 19h15 desta terça-feira, o Brusque FC vive mais um importante momento da sua história com a estreia da equipe na Copa do Brasil. Essa será a terceira vez que o clube brusquense disputa a competição e o objetivo é avançar de forma inédita à segunda-fase.

Em 1993, o Bruscão caiu para o União Bandeirante, àquela época vice-campeão paranaense. Já em 2011, o time liderado por Aloísio Chulapa ficou pelo caminho diante do Atlético-GO, time que disputava a elite do Campeonato Brasileiro. A equipe até chegou a vencer por 3 a 2 em Brusque, mas caiu posteriormente pelo critério do gol qualificado, ao ser derrotada por 1 a 0 no estádio Serra Dourada, em Goiás.

Agora, seis anos depois, a decisão se dará em jogo único. O adversário será o Remo, tradicional time paraense. O Bruscão precisa vencer para passar de fase. Qualquer empate dá a vaga ao clube visitante. O vencedor deste confronto encara o Corinthians, que venceu a Caldense (MG) por 1 a 0 e só acompanha o duelo desta noite no Gigantinho para conhecer seu adversário.

Preparação
Após vencer a Chapecoense no sábado e alcançar a segunda colocação do Catarinense, os atletas do Bruscão treinam desde segunda-feira para o jogo diante desta quinta-feira. O último treino realizado pelo técnico Pingo ocorreu na quarta-feira (15), quando o treinador fez uma leve atividade no estádio Augusto Bauer, com foco em jogadas de bola parada. Ao mesmo tempo o rival desta noite treinou na Sociedade Esportiva Bandeirante.

O técnico do Brusque, Pingo, diz que o principal desafio dos jogadores será o de controlar a ansiedade por se tratar de um torneio nacional que pode dar mais visibilidade e uma nova perspectiva para o clube. “É um jogo muito importante diante de um adversário acostumado a jogar a Copa do Brasil. O principal ponto é controlar a ansiedade por ser um jogo de televisão, importante para o clube. A gente tem que jogar com tranquilidade até porque temos que buscar o jogo, pois necessitamos do resultado positivo”, afirma o técnico.

Com duas vitórias em dois jogos à frente do Brusque, Pingo diz que os atletas têm dado uma boa resposta a sua filosofia de trabalho e a perspectiva daqui para frente é só crescerem mais. “Tenho certeza que ainda vamos melhorar. Mas estou feliz que os jogadores estão assimilando muito rápido e estão fazendo tudo que pedimos. Fiquei até um pouco surpreso, por que foi muito rápido essa aceitação”, destaca.

Ingressos
Quem quiser acompanhar o jogo pode adquirir o ingresso antecipado pelo valor de R$ 30 para o setor de geral e descoberta, R$ 50 para o setor coberto e R$ 80 para as cadeiras. Para todos os setores há opção de bilhetes de meia-entrada. Mas é preciso se apressar, pois a procura tem sido intensa desde terça-feira, quando os bilhetes passaram a ser vendidos.

Os ingressos para a partida podem ser adquiridos nos pontos de venda abaixo:

- Posto Bissoni (Dom Joaquim)

- Posto Shell (Avenida Otto Renaux)

- Posto Ipê (Santa Terezinha)

- Bar do Beto (Santa Terezinha)

- Posto Carol (Guabiruba)

- Em frente ao estádio Augusto Bauer



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2002250908104021@2002250908103193esportesc.com.