Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 08/02/2020 16h14
Atualização: 19h51

Num jogo movimentado, para 2079 pessoas e uma renda de R$ 43.430, Brusque e Tubarão ficaram no empate em 1 a 1 no Gigantinho. Edu, para o Brusque, e Davi Lopes, para o Tubarão, marcaram os gols da partida, ambos no segundo tempo.

Com o resultado, o Brusque segue na liderança, mas pode perder posições neste domingo para Avaí, Figueirense e Marcílio Dias.

O time volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Sport, no jogo de estreia da equipe na Copa do Brasil.

O JOGO

Os dois times fizeram um primeiro tempo agitado, com duas bolas na trave da equipe visitante, mas também boas oportunidades pelo lado do Bruscão.

O Brusque entrou em campo com Cleyton na zaga, no lugar de Everton Alemão, suspenso, e com outras novidades. Zé Mateus foi para lateral direita no lugar de João Carlos, machucado, enquanto Alex Sandro entrou no ataque ao lado de Marco Antonio e Edu, no 4-3-3.

Logo aos 4, Ianson se aventurou no ataque e foi travado na Hora H. A resposta do Tubarão foi ainda mais perigosa. Pancada de Rayan na trave. Aos 18 foi Edinho que assustou ao tirar tinta da trave. 

A equipe do Sul equilibrava a partida e criava muito pelo lado esquerdo da defesa do Brusque, que tinha dificuldades na cobertura e sofria para ganhar o meio campo. Aos 20, Marco Antonio chegou a obrigar Lee a fazer boa defesa, mas foi o Tubarão que novamente levou mais perigo depois.

Aos 35, Rayan apareceu livre, mas mandou por cima. Pouco depois, Zé Vitor, em outro chute de fora da área, carimbou o travessão. Mas a última chance do primeiro tempo foi do Brusque. Edu desviou bola que veio do lado direito e Lee fez um milagre à queima-roupa. Apesar do bom primeiro tempo, e chances para os dois lados as equipes foram para o intervalo com um 0 a 0.

ETAPA FINAL

Se o primeiro tempo foi bom, o segundo foi ainda melhor. Os times voltaram do vestiário sem mudanças, mas a sede em busca do gol seguiu a mesma. Aos 15, foi o Brusque que comemorou.

Alex Sandro foi derrubado dentro da área e a arbitragem anotou penalidade. Na cobrança, o artilheiro Edu mandou para as redes: 1 a 0 Bruscão.

Mas a festa quadricolor não durou muito. Menos de cinco minutos depois, após uma bobeira defensiva, Davi Lopes apareceu sozinho na segunda trave para escorar para as redes: 1 a 1.

A essa altura, o Brusque já tinha Gustavo Henrique que entrou pouco antes no lugar de Ruan, com Zé Mateus indo para o meio. Com o empate e o jogo aberto Jersinho ainda gastou outros cartuchos. Primeiro colocou Dandan na vaga de Alex Sandro, e depois, já perto do fim, Ronan na vaga de Marco Antonio.

O jogo seguiu aberto, mas Lee, numa defesa espetacular após finalização de Zé Mateus, e Zé Carlos, em chute venenoso de Izael, seguraram o 1 a 1 para os dois lados. 

Jogos da 5ª rodada

Sábado (8)

16h - Juventus 2x3 Joinville

19h - Brusque 1x1 Tubarão

Domingo (9)

16h - Avaí x Criciúma

16h - Concórdia x Figueirense

17h - Marcílio Dias x Chapecoense

Classificação

1º Brusque – 10 pontos SG 2

2º Joinville – 9 pontos SG 1

3º Avaí – 7 pontos SG 3

4º Figueirense – 7 pontos SG 1

5º Juventus – 7 pontos SG 0

6º Marcílio Dias – 7 pontos SG 0

7º Criciúma – 5 pontos SG 0

8º Atlético Tubarão – 3 pontos SG -2

9º Chapecoense – 2 pontos SG -2

10º Concórdia – 1 ponto SG -3



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2002201753593662@2002201753592833esportesc.com.