Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 18/06/2018 11h27

O sábado (16) foi memorável e digno de uma grande festa para os moradores do bairro Imigrante. Em casa, no Clube Continental, os atletas representantes da comunidade nos Jogos Comunitários de Guabiruba celebraram de forma oficial o primeiro título da competição que já dura 21 anos no município.

A conquista foi sacramentada no dia 26 de maio, após cerca de dois meses de competição, mas o bolo da cereja veio com a entrega da premiação de todos os troféus para os campeões de cada modalidade, além das taças para os vencedores do naipe feminino, neste caso o Lageado Baixo, vice-campeão geral, e do naipe masculino, o próprio Imigrante, que chegou ao título no geral com a soma da pontuação dos dois naipes.

O ponto principal foi a entrega dos troféus para as três melhores comunidades da competição: Imigrante (233 pontos), Lageado Baixo (189), e Aymoré (173). As homenagens também abrilhantaram o evento. O atleta Silvio Schichting recebeu uma placa de homenagem representando o Imigrante e chegou a chorar ao contar a sua trajetória no esporte. Ele começou no caratê na cidade de Piçarras e iniciou no atletismo representando Guabiruba, cidade onde chegou em 1994.

Outro ponto marcante foi a homenagem de familiares, amigos e atletas do bairro ao líder da comunidade campeã, Marcio Pereira. A filha de Marcio, Amanda Gisele, leu uma carta destacando todo o amor do pai pelo bairro e sua dedicação ao longo da história na competição.

Emocionado, ele diz que foi uma grande surpresa. “Uma linda homenagem que me emociona. Foi algo muito legal, receber uma placa. É mais um estimulo para continuar. Isso prova que nosso esforço e o esporte valem a pena. Por isso a gente se dedica cada dia mais”, destaca.

Questionado sobre o motivo do sucesso do Imigrante nesta edição, Marcio lembra que das 40 modalidades em disputa o Imigrante somou pontos em 30 e enalteceu o trabalho de todo o grupo. “Se não fossem todos, o Marcio e o Imigrante não seriam nada, mas, com todo esse pessoal unido, somos cada vez mais fortes. Segue o líder! Esse foi o nosso lema deste ano”, brinca.

Cerimônia
A cerimônia de premiação contou com a presença de diversas autoridades, destaque para o prefeito de Guabiruba, Matias Kohler; o vice, Valmir Zirke; e o presidente da Câmara de Vereadores do município, Cristiano Kormann, o Sano. Eles foram os responsáveis por entregar cada um dos 40 troféus aos vencedores ao lado da secretária de Esportes, Marcia Hochsprung Watanabe; da vereadora Rosita Kohle; e da presidente da CDL de Guabiruba, Patrícia Rothermel Ebel.

O prefeito destaca que é mais um momento de grande alegria e demonstração da força do esporte de Guabiruba. “Para nós, os Comunitários é como se fosse uma miniolimpíada. É uma competição que reúne 10% da população guabirubense e isso demonstra a grandeza e principalmente a evolução que os jogos têm alcançado ao longo dos anos”, diz.

Para Zirke, o sucesso é o engajamento das pessoas, que mantém a competição mais forte a cada ano. “Os Comunitários não são uma competição de uma administração, é algo que se consolidou em Guabiruba ao longo dos anos, porque as pessoas dão continuidade. E isso não pode se perder. Só temos que parabenizar a Secretaria de Esportes, os líderes comunitários e os atletas por esse incentivo ao esporte, fundamental para melhorar a qualidade de vida das nossas pessoas”, observa.

O presidente da Câmara de Guabiruba, Cristiano Kormann, ressalta que além dos Jogos Comunitários serem a principal e mais extensa competição do município, propiciam que as comunidades se unam. “Os jogos tem essa peculiaridade de envolver e trazer todos para participarem destas disputas do dia a dia. É preciso destacar a participação e convivência de toda a comunidade durante todos estes dias”, observa.

Todos as autoridades também não deixaram de elogiar a conquista do Imigrante. De forma unânime, eles destacam que a conquista do bairro, que há muitos anos vinha batendo na trave, fortalece a competição.

Para a secretaria de Esportes, Marcia Watanabe, o título inédito fará com que o Imigrante venha ainda mais forte nos próximos anos, e estimulará outras comunidades a buscarem a conquista. “Essa alternância de campeão sempre é positiva para a competição. Fico feliz de entregar esse título para o Imigrante, porque é a primeira vez que o bairro se torna campeão. Com certeza ano que vem eles virão com força total, e os outros bairros também virão forte para reconquistar esse troféu”, destaca.

Fotos: Sidney Silva|EsporteSC



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2010311510038435@2010311510037607esportesc.com.