Conteúdo
Colunista: Gustavo Assi
Publicação: 02/10/2020 11h54

Coluna Psicologia do Esporte: Por Gustavo Assi

Com o passar dos anos, a população brasileira vem se tornando cada vez mais idosa. Embora diversos fatores atuem como proteção para um envelhecimento saudável, a velhice é caracterizada por um período de perdas físicas e comorbidades, que tendem a se agravar com o sedentarismo. Além disso, essas perdas são encontradas em outros contextos, como sociais e pessoais. Dessa forma, a velhice afeta não somente o idoso, mas pode também afetar as pessoas com quem convive.

A adoção de um estilo de vida mais saudável tem sido enfatizada como uma forma mais ativa de envelhecer com saúde, gerando assim mais autonomia e independência, ampliações nas relações sociais, fortalecimento psicológico e físico, tornando mais fáceis as atividades diárias e também contribuindo para o desenvolvimento da autoestima do idoso.

Se você for idoso, busque praticar exercícios físicos frequentemente, de preferência com o auxílio de um profissional. Procure também por grupos de caminhadas, pois o exercício coletivo pode trazer diversos ganhos sociais também. A velhice é inevitável, mas ela pode ser encarada com autocuidado e saúde. 



Gustavo Assi - Coluna Coluna: Psicologia do Esporte

Gustavo Assi é psicólogo formado pela Unifebe e pós-graduado em Neuropsicologia pela Uniara. Atua como psicólogo clínico e, dentre todas as demandas, atende, também, atletas por meio de consultoria em psicologia do esporte e do exercício. E-mail para contato psigustavoassi2010291629184777@2010291629183949hotmail.com.