Conteúdo
Repórter: Redação
Publicação: 05/09/2019 18h04

O Ginásio da Sociedade Ginástica de Joinville recebe a partir desta quinta-feira, entre os dias 5 e 7 de setembro, o quadrangular final do Campeonato Estadual Sub-19 Feminino de basquete. Além das anfitriãs da Sociedade Ginástica de Joinville, estão na luta pelo título o Basquete Jaraguá, ADLL / Leoas da Serra (Lages) e C.B. Chapecó. Os jogos do último dia do torneio e a cerimônia de premiação terão transmissão pelo Facebook da Federação Catarinense de Basketball em parceria com a Destaques TV.

A rodada de abertura do quadrangular final, na quinta-feira (5), conta com Basquete Jaraguá versus Leoas da Serra, às 17h, seguido por SGJ e Chapecó, às 18h30. Estas partidas definem os confrontos seguintes: os vencedores enfrentam os perdedores na sexta-feira (6); e no sábado (7), os perdedores se enfrentam, às 9h, e os vencedores, às 10h30.

As quatro equipes foram as primeiras colocadas entre as sete que iniciaram a competição. A primeira fase foi realizada em grupo único, com todas se enfrentando em turno e returno totalizando 42 partidas. Com as seis do quadrangular final, o torneio finalizará com 48 jogos promovidos e um total de 105 atletas participantes (mais informações sobre o Campeonato clique aqui ).

Sociedade Ginástica de Joinville (10 vitórias e 2 derrotas)

A equipe que decide em casa foi a primeira colocada da fase de classificação com mesma campanha que o Basquete Jaraguá e ficando à frente no confronto direto. Além do melhor ataque do campeonato (60,9 pontos), a equipe tem a terceira melhor defesa (46,8 pontos sofridos) e conta com três bons destaques no ataque: Maria Vitória (15,3 pontos), Janaína (15,14 pontos e cestinha do Sul-Brasileiro da categoria) e Jheiny (9,3). O técnico é Fabiano Borges.

Basquete Jaraguá (10 vitórias e 2 derrotas)

Campeãs em 2015, o Basquete Jaraguá quer recuperar o título da categoria e conta com uma forte defesa para chegar ao objetivo. A melhor defesa da competição sofre 44,1 pontos de média por jogo enquanto marca 54,9 pontos no ataque (3ª melhor marca da primeira fase). Além de um forte sistema defensivo, o ataque tem Kamila de Lima (11,2) como destaque, além da liderança de Carolzinha (destaque do Sul-Brasileiro da categoria), a pivô Pétula, as jovens Emily e Heleninha. O técnico é Júlio Patrício.

ADLL / Leoas da Serra (7 vitórias e 5 derrotas)

Com um elenco enxuto e uma rotação pequena, a equipe de Lages conta com um time entrosado para tentar surpreender as líderes da primeira fase. Os pontos fortes do time são ter a segunda melhor defesa da competição (44,6 pontos sofridos) e o entrosamento entre as atletas. No ataque, a ADLL tem o 5º melhor desempenho (52,3) e a pontuação é bem distribuída entre o quinteto Laura (13,8) e Luana, Luísa, Stephanie e Nathália (todas entre 8 e 10 pontos de média).

C.B. Chapecó (7 vitórias e 5 derrotas)

As atuais campeãs chegam para defender o título com a quarta colocação da primeira fase, 4ª melhor ataque (52,7 pontos) e 4ª melhor defesa (51,1 pontos sofridos). Para surpreender e chegar ao bicampeonato, o time conta com dois destaques ofensivos de peso: Thainá dos Santos (16,3) e Maisa Marçal (13,0 e cestinha da competição em 2018).

Histórico da competição

Desde a criação da Federação Catarinense de Basketball, em 1995, esta é a 19ª edição do Campeonato Estadual Sub-19 Feminino. As cidades com mais títulos são Jaraguá do Sul e Joinville 4. Depois vêm Blumenau, Concórdia e Chapecó com 2. Por fim, Itajaí, Florianópolis, Criciúma e Tubarão têm 1 título cada.



Redação

E-mail para contato contato1909202203078023@1909202203077195esportesc.com.