Conteúdo
Repórter:
Publicação: 11/06/2016 07h00
Atualização: 13/06/2016 04h46

A Série D do Campeonato Brasileiro de 2016 inicia neste final de semana. Esta é a maior edição da história da competição que passa de 40 para 68 clubes. Apenas quatro destes times alcançarão o objetivo final que é a promoção à terceira divisão do ano que vem. Ao todo, serão 266 jogos e muita emoção. Para o Bruscão o desafio inicia neste domingo (12), Dia dos Namorados. O quadricolor vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Madureira, às 15h.

Alguns nomes famosos costumam disputar a Série D. Neste ano, Waldemar Lemos, ex treinador de Flamengo e Atlético Paranaense, treina o Anápolis (GO) no torneio. Além disso, os jogos da quarta divisão podem ultrapassar, e muito, o público de partidas da Série A. A história já registra dez jogos com mais 40 mil torcedores presentes na ainda curta existência da quarta divisão. O maior público foi em uma partida entre Santa Cruz (PE) e Treze. Foram cerca de 60 mil pessoas assistindo à esta peleja em 2011.

Grandes clubes na Série D

A quarta divisão do Campeonato Brasileiro é o segundo maior torneio do Brasil em número de participantes, ficando atrás apenas da Copa do Brasil. Criada em 2009, este ano a Série D chega em sua oitava edição. Mesmo sendo tão recente e, aparentemente, tão distante da Série A, a história já comprova a importância desta competição.

Chapecoense e Santa Cruz disputaram a Série D e hoje estão na parte de cima da tabela na primeira divisão nacional, acima de clubes como Atlético Mineiro e Santos. Ao longo destes poucos anos em que o torneio existe vários foram os clubes importantes que passaram pela Série D. Os campeões da Copa do Brasil: Juventude (RS) e Santo André (SP) são dois exemplos.

O vice-campeão da Libertadores, São Caetano, disputou a competição ano passado e só não retornou para 2016 porque não conseguiu a vaga. Ipatinga e Grêmio Prudente, que jogaram a Série A há menos de uma década, também estiveram na quarta divisão. Além da Chape, existe outro exemplo de sucesso catarinense oriundo da quarta divisão. O Joinville foi campeão das Séries C e B depois de sair deste torneio. Brasil de Pelotas (RS), Sampaio Corrêa (MA), Tupi (MG) e Londrina (PR) são outros times que estiveram na Série D há menos de quatro anos e hoje disputam a segunda divisão nacional.

Maiores forças de 2016

Nesta temporada está muito difícil apontar favoritos para as quatro vagas de acesso, justamente pela ausência de alguns clubes tradicionalíssimos. Porém, existem times que se destacam por feitos recentes: Audax – vice-campeão paulista deste ano, eliminando São Paulo e Corinthians. Campinense (PB) – vice-campeão da Copa do Nordeste deste ano e vencedor do torneio nordestino em 2013. Caldense – vice-campeã mineira do ano passado graças a um erro de arbitragem que deu o título ao Atlético. Icasa (CE) – clube que não disputou a Série A de 2014 por um ponto, brigando pela vaga até a última rodada.

Regulamento da competição

Os 68 times estão divididos em 17 chaves com quatro equipes cada. Os clubes se enfrentam em turno e returno dentro de seus grupos. Os primeiros lugares de cada chave e os 15 melhores segundos colocados avançam ao mata-mata, sempre em jogos de ida e volta. Os quatro semifinalistas garantem o acesso à Série C de 2017. Ou seja: para subir são necessários 12 jogos e para ser campeão são 16 partidas.

Bruscão mantém base do estadual para a Série D

O Brusque FC manteve boa parte do elenco que fez grande campanha no Campeonato Catarinense para a disputa da Série D. O quadricolor fez um jogo treino contra o Internacional de Lages no sábado passado (4). Apesar de jogar bem a equipe saiu derrotada por 1 a 0. Dos titulares do Bruscão nesta partida sete foram peças importantes na campanha do estadual: Cleyton, Neguetti, Aélson, Mineiro, Ruan, Carlos Alberto e Paulinho. Eliomar, que também jogou o Catarinense, ainda entrou no decorrer do jogo.

Foram três semanas de preparação antes da estreia do Brusque na competição. O técnico do quadricolor, Mauro Ovelha, considera este período abaixo do ideal. “Apesar disto, procuramos aproveitar ao máximo o tempo que tivemos. É um torneio curto que não permite erros. Temos que estar muito focados e buscar os resultados. Nem sempre o futebol apresentado será o mais bonito para os olhos do torcedor”, adverte.

O goleiro do Bruscão, Zé Carlos, prevê desafios diferentes ao time nesta Série D. “Sabemos que o Madureira (RJ), nosso adversário na estreia, é um time mais técnico e de muito toque de bola. Já o Novo Hamburgo (RS), que também vamos enfrentar, é um clube que deve impor uma marcação mais forte que os cariocas”. Para o volante, Ruan, o Madureira é um time forte. “Mas o nosso grupo de jogadores também é muito bom e estamos unidos para fazer uma grande competição. Todo mundo quer vencer, um ajudando ao outro”.

A quarta divisão nacional terá a sua oitava edição neste ano. O Bruscão participou de duas e em ambas não passou da fase de grupos. A primeira vez foi em 2009, estreia da competição. O quadricolor fez seis jogos, com três vitórias, um empate e duas derrotas. A última foi em 2011, sendo oito partidas, três vitórias, um empate e quatro derrotas.

Os adversários do Brusque FC na primeira fase

O Madureira é o adversário do Bruscão na estreia. O time foi oitavo colocado no Campeonato Carioca deste ano. Na campanha, a equipe venceu apenas três jogos, contra cinco empates e sete derrotas. Os cariocas disputaram a Série D nas suas duas primeiras edições. Em 2009, o Madureira não passou da primeira fase. No ano seguinte, o time conquistou o acesso e herdou o vice-campeonato da competição, pois o Nacional (AM) escalou jogadores irregulares e perdeu a vaga.

Entre 2011 e 2013 o Madureira disputou a Série C e sempre foi eliminado na fase de grupos, passando mais perto da zona de rebaixamento do que da classificação. Em 2014, o clube chegou às quartas de final, a um passo da Série B, morreu na praia. No ano seguinte, os cariocas foram rebaixados novamente à quarta divisão. Ainda assim, o Madureira é o único time do grupo do Bruscão com a honra de ter disputado uma série maior que a D desde a criação deste torneio.

Na segunda rodada, o Bruscão estreia em casa contra o Novo Hamburgo. O clube foi eliminado nas quartas de final do Campeonato Gaúcho contra o São José. Na fase de classificação o time foi sétimo colocado com quatro vitórias, quatro empates e cinco derrotas. O Novo Hamburgo nunca disputou a Série D.

O JMalucelli vai ao Augusto Bauer enfrentar o Brusque na terceira rodada. A equipe fez grande campanha no Campeonato Paranaense, ficando acima de Atlético Paranaense e Coritiba na fase de classificação. O time foi segundo colocado, com seis vitórias, três empates e duas derrotas. Nas quartas de final, o clube meteu 3 a 0 PSTC fora de casa. Na volta, jogando em seus domínios, aconteceu o inacreditável. Derrota por 3 a 0 e a perda da vaga nos pênaltis.

A equipe do Paraná disputa a Série D pela terceira vez. Em 2009, quando se chamava Corinthians Paranaense, o time foi eliminado na segunda fase do torneio pela Chapecoense. Em 2013, já como JMalucelli, o clube não passou da fase de grupos.

Campeões da Série D

2009 – São Raimundo (PA)
2010 – Guarany de Sobral (CE)
2011 – Tupi (MG)
2012 – Sampaio Corrêa (MA)
2013 – Botafogo de João Pessoa (PB)
2014 – Tombense (MG)
2015 – Botafogo de Ribeirão Preto (SP)

Confira os grupos da competição em 2016:

GRUPO A1
Atlético-AC
Nacional-AM
Trem-AP
Genus

GRUPO A2
Princesa do Solimões
São Francisco-PA
Baré-RR
Interporto

GRUPO A3
Rio Branco-AC
São Raimundo-PA
Rondoniense
Náutico-RR

GRUPO A4
Santos-AP
Moto Club
Águia de Marabá
Tocantinópolis

GRUPO A5
Juazeirense
Icasa
Maranhão
Altos-PI

GRUPO A6
CSA
Guarani de Juazeiro
Central
Parnahyba

GRUPO A7
Galícia
PB
América-PE
Globo FC

GRUPO A8
Uniclinic
Serra Talhada
Potiguar
Itabaiana

GRUPO A9
Murici-AL
Fluminense-BA
PB
Sergipe

GRUPO A10
Ceilândia
Aparecidense
Comercial-MS
Araguaia-MT

GRUPO A11
Luziânia
Anápolis
Sete de Dourados-MS
Sinop

GRUPO A12
Desportiva Ferroviária
Goianésia
URT
Volta Redonda

GRUPO A13
Espírito Santo
Caldense
Boa Vista
Audax-SP


GRUPO A14
Villa Nova-MG
Portuguesa-RJ
São José-RS
São Bento-SP

GRUPO A15
JMalucelli
Madureira
Novo Hamburgo
Brusque

GRUPO A16
PSTC
São Paulo-RS
Inter de Lages
Linense

GRUPO A17
Maringá
Caxias
Metropolitano
Ituano