Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 30/04/2019 21h17
Atualização: 21h37

Fruto de muito trabalho e união o dia 1º de Maio simboliza bem a passagem de aniversário de uma das entidades mais tradicionais de Brusque. A data marca os 55 anos da Sociedade Beneficente e Recreativa Santos Dumont, que se estabeleceu ao longo destas cinco décadas no coração do povo brusquense, mais precisamente no bairro Santa Terezinha.

Mesmo com muitas dificuldades ao longo da sua história, como as enchentes que assolaram o clube na década de 1980, a volta por cima fez com que a entidade se fortalecesse cada vez mais ao longo dos anos, fruto do trabalho de ícones históricos como o saudoso Paulico Coelho a gerações mais novas que hoje tocam diferentes partes da estrutura dó clube, desde o comando-geral, a cargo de Pércio Alan Dalago, ao empreendedorismo que fez com que os shows promovidos pelo Schmitt Buffet e Eventos caíssem cada vez mais no gosto de associados e da comunidade brusquense como um todo, fazendo do local referência regional em espetáculos musicais.

A academia WT Energy, vinculada ao clube, já virou ponto de encontro para o público que busca a prática de uma atividade física e, além de sócios, é aberta também à comunidade. Na parte estrutural, o clube recentemente fez uma nova sauna e reformou toda a área externa onde hoje está localizada à piscina. O objetivo é dar mais conforto e segurança aos associados.

“Ao lado do ginásio de esportes, a previsão para os próximos meses é de construção de uma quadra de beach tennis, bem como espaço para a prática de vôlei de praia”, observa o presidente Pércio Dalago.

Aliado a isso, os serviços ofertados aos sócios têm ainda como um dos carros-chefe o trabalho realizado na escolinha, que conta atualmente com cerca de 150 crianças que começam no futebol aos 4 anos, permanecendo até os 15. Nessa categoria, desde o ano passado a equipe brusquense representa o Brusque FC no Campeonato Estadual.

Mas se engana quem pensa que o ciclo se encerra para outros que não têm essa oportunidade. Muitos pratas da casa, hoje, já jogam no time adulto que disputa competições como o Campeonato Municipal de Futebol Amador de Brusque. Segundo o técnico da equipe, Andreone Reis, atualmente 80% do elenco é da base, muitos ainda na faixa-etária entre 15 e 18 anos, como é o caso do goleiro Eduardo Jacobi, e da trinca de Gabrieis. São três: o Richard (16 anos), Borges (17), e Silva (18). O do meio é filho de Andreone.

Para muitos, como é o caso do goleiro Allan Roden, a sorte (e o trabalho) sorriram ainda mais, com oportunidades que vão além das fronteiras da rua Luiz Gonzaga Werner.

O goleiro hoje no Sub-20 do Atlético-PR é uma das joias que surgiu nas escolinhas do clube e muitas outras ainda estão surgindo. Na capital catarinense, o meia-atacante Henrique Zen, 15 anos, já vai para sua segunda temporada no Figueirense, onde é companheiro do meia Josué e do volante Davi, outros que passaram pela base do Santos Dumont. Atualmente, os dois últimos compõem o elenco Sub-17 do Figueira. Até mesmo atletas mais novos, como o lateral Luís Dareli, 12 anos, já entraram na mira do alvinegro de Florianópolis. No lado azul da cidade, o Santos Dumont também tem um representante, com Moisés Cesari, atleta do Sub-11 que joga no Avaí. “As crianças sempre foram o coração do nosso clube e ficamos felizes como sociedade não somente em oportunizar a prática esportiva, mas também dar o encaminhamento para que muitos destes jovens realizem sonhos”, comenta o presidente Pércio Dalago.

Ele ressalta que o dia 1º de Maio é sempre uma data especial. “Não somente pelo aniversário do Santos Dumont, mas por tudo que hoje a entidade representa para a sociedade brusquense, por meio de pessoas que construíram essa história com muita luta e suor, para fazer deste clube uma verdadeira família, eternizada no coração de cada um que deixou aqui a sua contribuição”.






Sidney Silva

E-mail para contato redacao1911140604124355@1911140604123527esportesc.com.