Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 09/12/2019 18h08
Atualização: 10/12/2019 07h51

Em uma noite de gala, e muita emoção, a Federação Catarinense de Basketball premiou na última sexta-feira (6) mais 15 beneméritos que a partir de agora estão com seus nomes eternizados na história do basquete estadual. A celebração, realizada na Arena Petry, em São José, na Grande Florianópolis, ainda contou com a premiação dos melhores atletas, clubes e dirigentes do ano, e também com a primeira lista dos cinco grandes beneméritos, aqueles que, além de contribuírem com destaque, deixaram um verdadeiro legado na modalidade.

Nesta última lista, foram inclusos nomes de personalidades como Luiz Carlos Machado, Ody Varella e Rubens Lange (in memorian). Entre os destaques está o atual secretário geral e ex-presidente da FCB, Oscar Archer, que é natural de Nova Trento. Quem também foi eternizado foi o brusquense criador dos Jogos Abertos de Santa Catarina, Arthur Schlösser (in memorian), que tinha no basquete uma das suas grandes paixões dentro do esporte. Ele foi representado pelo presidente do Brusque Basquete, Zurico Frota. “Para mim é uma grande honra e motivo de emoção representar o seu Arthur. É uma pessoa que dispensa comentários por ter revolucionado a história do nosso esporte em Santa Catarina. Representá-lo, é representar a todos os catarinenses. Muito me alegra rebeber esse justo reconhecimento em seu nome e de toda sua família”, comenta Zurico.

Já Archer, que há mais de 30 anos esteve presente como homem forte da Federação Catarinense de Basketball, diz que se sente envaidecido pela homenagem. Para ele, estar entre nomes como Arthur Schlösser, Luiz Carlos Machado, Ody Varella e Rubens Lange representa o tamanho do que construiu ao longo dos 50 anos dedicados a vida desportiva, mais de três décadas deles aos basquetebol. “Fico admirado porque fizemos com tanto carinho e dedicação e nos entregamos por muitos anos de corpo e alma ao basquete. Quando as pessoas lembram de você e mostram a realidade daquilo que você foi, é muito gratificante porque, muitas vezes, não temos noção de que fizemos tanto”, observa.

Entre os beneméritos, o destaque ficou para Márcia Hochsprung Watanabe. A ex-atleta da modalidade e hoje secretária de Esportes de Guabiruba também se emocionou em entrar na lista dos nomes históricos do basquete catarinense. “Isso representa onde cheguei e o que sou hoje, continuar amando o esporte do jeito que eu amo. Começou em algum lugar... o basquete me deu oportunidade de estudar também, além de atleta pude ser uma profissional de educação física. Só tenho a agradecer a Federação, municípios de Brusque, Blumenau, São Paulo e interior, e a todos os lugareis que passei. Hoje estou em Guabiruba, mas muitas cidades marcaram minha história”, ressalta.

Presidente da FCB, Fábio Deschamps fez uma avaliação do seu primeiro ano de gestão à frente da entidade. Ele destaca o desafio da federação, que neste ano passou a ser 50% esporte e 50% social em virtude de atendimento à legislação para resgate dos títulos provenientes da Trimania. Esse novo desafio culminou na criação do Centro Dia da Pessoa Idosa e no Centro FCB de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, entidades que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social, em uma parceria da FCB com a Prefeitura de Florianópolis. “Foi um ano de desafios e creio que a gente coroou ele com êxito nesta festa de melhores do ano, novos beneméritos e a primeira turma dos grandes beneméritos. Muito trabalho tivemos para chegar até aqui, muito foi feito pelo basquete catarinense, e espero que todos tenham gostado. Vamos seguir adiante em 2020 e que possamos ter esse vigor para darmos andamento a novos projetos”, finaliza.


Fotos: Sidney Silva/EsporteSC



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2001251040214211@2001251040213383esportesc.com.