Conteúdo
Repórter: Sidney Silva
Publicação: 27/11/2019 15h43

A Federação Catarinense de Futebol realizou na tarde desta 3ª feira (26) a reunião prévia do conselho técnico do Campeonato Catarinense da Série C de 2020. Onze dos quinze clubes  aptos a participar compareceram e o Araranguá EC esteve representado por procuração. Três clubes com direito adquirido de participação na competição em 2020 não compareceram: CA Itajaí, Blumenau EC e AA Orleans. A grande novidade da edição de 2020 é o acesso dos três primeiros colocados ao Catarinense Série B em 2021.

O Catarinense Série C já tem a datas de início definida, a competição terá bola rolando no dia 06 de setembro. A data da final será conhecida mediante a definição do número de participantes e da forma de disputa. A segunda e definitiva reunião do conselho técnico que definirá o número de participantes e a forma de disputa do Catarinense Série C 2020 será no dia 28 de maio, também na sede da FCF, em Balneário Camboriú.

O presidente da FCF, Rubens Renato Angelotti, abriu a reunião cumprimentando os presentes e reiterando a intenção da Entidade em qualificar o Catarinense Série C.”Tivemos um ótimo campeonato da Série C esse ano com a consagração do Caçador numa final disputadíssima diante do Itajaí, mas seguiremos investindo para engrandecer a competição”.  Logo em seguida o diretor de Competições Especiais, Carlos Crispim, iniciou a explanação sobre os critérios de participação das equipes e as exigências que deverão ser atendidas.

Como o Catarinense Série C abrange os novos clubes, os clubes que estejam reativando seus departamentos de futebol profissional e os clubes que buscam profissionalização para participar, a reunião prévia do conselho técnico serviu para instruir os dirigentes sobre critérios de participação na competição.

Foram repassadas aos dirigentes todas informações e prazos para adequação e a participação na competição: profissionalização para associações ou clubes empresa; quitação de débitos junto à FCF e ao Tribunal de Justiça Desportiva; cumprimento dos parâmetros determinados no Manual de Infraestrutura de Estádios da FCF até o dia 28 de abril de 2020 e também exigências mínimas de estrutura administrativa dos clubes.

Independentemente da situação, os sete clubes “novos” que compareceram à reunião terão que regularizar suas pendências e apresentar os três laudos de viabilidade das praças de esportes até o dia 28 de abril, conforme a Portaria 290/15 do Ministério dos Esportes: Laudo de Segurança; Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio; Laudo de Condição Sanitária e Higiene e Laudo de Engenharia, Acessibilidade e Conforto. Somente após o envio dos laudos, a Polícia Militar irá confirmar o cronograma de vistorias para emitir o seu laudo. Os oito clubes que têm direito adquirido de participação na competição deverão obrigatoriamente apresentar os três laudos de viabilidade das praças de esportes até 31 de janeiro de 2020.

O diretor do Departamento de Competições Especiais, Carlos Fernando Crispim, comentou sobre o novo momento do Catarinense Série C. “Nossa Série C é a porta de entrada dos clubes na esfera profissional, estamos tomando todas as medidas para estruturarmos a competição. A grande novidade para 2020 é o aceso dos três primeiros colocados, porém reiteramos aos clubes que por ventura conquistarem o acesso em campo que deverão cumprir os quesitos do Manual de Infraestrutura, caso contrário será penalizados e afastados das competições pelo período de dois anos”.

Clubes que não participaram da reunião prévia na tarde de hoje não disputarão a competição em 2020. Os sete clubes “novos” terão até o dia 14 de fevereiro de 2020 para indicar um estádio onde a equipe profissional irá atuar e outros dois estádios onde as categorias de base poderão mandar partidas.

Veja a relação dos clubes que poderão participar do Catarinense Série C em 2020:



Sidney Silva

E-mail para contato redacao2005301740209098@2005301740208269esportesc.com.