Conteúdo
Repórter:
Publicação: 23/08/2016 11h28
Atualização: 24/08/2016 01h28

Guabiruba vive a expectativa da final do Campeonato Municipal de Futebol Amador. Olaria e Lageadense se enfrentam em dois jogaços a partir do próximo fim de semana. Um dos personagens principais da grande decisão, o técnico do Olaria, Nilo, foi também o comandante do único título conquistado pelo Lageadense.

A partida de ida da final do Campeonato Municipal acontece no próximo domingo (28), às 15h15, no estádio Reinaldo Batschauer. O técnico do Olaria, Osnildo Westarb, o Nilo, ainda guarda um certo carinho pelo adversário da final. “É claro que quero muito ganhar mais um campeonato pelo Olaria. Porém, se for para perder, é melhor que seja para o Lageadense do que para algum outro time”, comenta.

Além de comandante do Lageadense no único título da história do clube, em 1991, Nilo também foi jogador da equipe. “Minha mulher é de Lageado, por isso também minha ligação com o time. Mas isso é passado e agora sou Olaria”.

Análise do confronto
Se o Lageadense tem apenas um título conquistado há 25 anos e não chegava à final desde 2004, o Olaria levou cinco dos últimos oito campeonatos, em Guabiruba. Além disso, o tricolor venceu todos os sete jogos da competição, com espantosos 39 gols marcados contra apenas 6 sofridos. Já o time de Lageado faz campanha irregular com três vitórias, um empate e três derrotas.

Nilo, treinador do Olaria em todas essas conquistas, afirma que esse histórico não entra em campo. “Não adianta nos considerarem favoritos por termos a melhor campanha se tudo isso pode terminar em um único jogo. Ano passado perdemos a final, então temos que nos concentrar muito para repetir o que fizemos em 2012, 13 e 14 (últimos três títulos do Olaria)”.

O técnico considera o time do Olaria melhor neste ano do que em 2015. “Tivemos mudanças e a equipe está bem tanto no ataque quanto na defesa”. Para Nilo o Lageadense é um adversário difícil de ser batido. “O meio-campo deles é muito bom e rápido. Eles têm o Xande que já jogou aqui, conheço muito bem. Já alertei meus atletas para não fazerem falta perto da área, pois ele bate bem demais e faz gols de falta com frequência”.

Na fase de classificação Olaria e Lageadense se enfrentaram. O tricolor está acostumado a golear, praticamente, todos os seus adversários. Porém, contra a equipe de Lageado foi diferente. Jogo equilibrado e vitória por apenas 2 a 1. O Olaria é favorito, mas a expectativa é de finais parelhas e nenhum resultado pode ser descartado. 

Fotos: André Luiz Westarb/Olaria